Banner 1

sábado, 12 de novembro de 2016

Mais três acidentes da curva do Caixão, com pessoas feridas e cidadãos desesperados



 
A falta de sinalização e a irresponsabilidade dos gestores da rodovia GO-118, notadamente em referência ao trecho específico denominado "curva do caixão", em Teresina de Goiás, beira ao descalabro. 

Neste sábado (12), mais dois acidentes ocorreram, quase que simultaneamente, e envolveram, ao menos, quatro veículos.

Por volta das 10 horas, dois carros se envolveram, numa forte batida frontal, no exato local em que uma jovem morreu na semana passada. 

No acidente de hoje, as vítimas feridas, ainda em número não definidos, foram encaminhadas para o hospital de Teresina de Goiás e depois transferidas para Brasília.

Horas depois,  quando um guincho realizava a remoção dos veículos, o motorista de um fiat, que seguia no sentido Brasília-Campos Belos, não conseguiu frear a tempo e colidiu de frente com um caminhão, que estava estacionado próximo ao guard rail.  

Neste outro acidente, uma adolescente ficou ferida e foi socorrida ao hospital de Teresina. 

Autoridades rodoviárias também foram vítimas da curva do caixão, nesta semana. 

Funcionários do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit) também se envolveram em um terceiro acidente, quando trafegavam neste mesmo local, que está se tornando o terror da GO-118. 

Enquanto isso, a Agetop (Agência Goiana de Transporte e Obras) e membros do governo insistem em não reconhecer a grave situação do trecho, exatamente por falta de sinalização.  

Nota do editor: este blogueiro passou pelo local às 11h20 e presenciou a tensão das pessoas no local, que desesperadamente tentavam sinalizar a pista com galhos de árvores e acenos, numa tentativa de evitarem mais colisões.  

3 comentários:

Marisa Alves disse...

Falta sinalização insistente. Quando se vê a curva o motorista já está em cima. Pra quem não conhece a estrada, pior ainda.

Marisa Alves disse...

Falta sinalização insistente. Quando se vê a curva o motorista já está em cima. Pra quem não conhece a estrada, pior ainda.

Anônimo disse...

Falta sinalização e também atenção dos motoristas