Banner 1

sábado, 5 de novembro de 2016

Adolescente é morta em Arraias, com ao menos 10 facadas. Assassinato tem características passionais



As mortes violentas em Arraias, sudeste do Tocantins, não dão trégua e têm assustado os moradores da cidade. 

Após a morte chocante de uma criança, na semana passada, atropelada por um caminhão, e o terrível acidente que ceifou a vida de uma mãe e de seus dois filhos, em um gravíssimo acidente de trânsito, nesta semana, em Cavalcante de Goiás, agora a cidade foi mais uma vez abalada com um crime chocante. 

Passava das dez horas da manhã deste sábado (5), quando policiais civis da Delegacia local foram acionados por uma jovem, em desespero. 

Ela dizia que a irmã dela tinha sido atingida a golpes de faca e precisava de imediato socorro. 

Mas quando a equipe de policiais civis chegou ao local, encontraram a jovem Nadhiny Mello, de apenas 17 anos, já morta, vítima de pelo menos dez golpes de faca. 

O corpo dela estava atirado em via pública, próximo à residência dela, no setor Buritizinho, caminho para a Universidade e nos arredores do presídio de Arraias. 

Outros familiares também foram acionados, mas não encontram nem ao menos os documentos pessoais da vítima. 

A mãe de Nadhiny Mello estaria na cidade de Dianópolis (TO) e já teria sido avisada da terrível notícia. 

"Ontem ela estava na praça de Arraias, no bingo do "Lamas nas Canelas" e hoje foi embora dessa maneira", lamentou um colega da vítima, pela internet. 

A polícia saiu em diligências, mas até o meio desta tarde ainda não tinha conseguido localizar e prender o assassino. 

Fontes da cidade informaram que o suposto homicida seria um ex-namorado da vítima e que o crime teria sido passional. Uma terceira pessoa também estaria envolvida na trama criminosa.

Mas polícia não quis confirmar a informação e nem o nome do homem que teria matado a jovem arraiana, de forma extremamente violenta e covarde. 

O corpo de Nadhiny Mello deve ser encaminhado ao Instituto de Medicina Legal de Porto Nacional (TO) para perícias e exames cadavéricos e somente depois será liberado para que a família da vítima proceda as celebrações fúnebres e o sepultamento. 

2 comentários:

Maria Aguiar disse...

É preocupante! Mas não adianta só preocupar-se temos que fazer algo pelos jovens da cidade. Muitos acham que está tudo bem, mas só quem convive de perto com eles sabe o que realmente está acontecendo. Arraias precisa tirar seus jovens da marginalidade, das ruas. Tem que ter algo que chame a atenção deles, algo que leve-os para o bom caminho, algo que os faça crescer a visão para serem pessoas melhores em todos os aspetos. Ou seja tem que ter uma política publica voltada para eles. Preocupar-se e não fazer nada é o mesmo que ter fome e não ir buscar seu alimento. É dever ser todos fazer algo para socorrer os jovens da cidade.

dj leonordo panico disse...

oque aconteceu com minha amiga foi uma coisa muito triste ,nossa só d pensa que nós estava no bingo da "lama nas canela " e sei lá no outro dia ter uma tragedia dessa ,isso tá doendo muito,e ver ela no chão morta ,isso doeu d mais ,emfim minha princesa não foi volta em feliztemte