Banner 1

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Pelo Facebook: empresária é denunciada por incitar prática de crime contra promotor Douglas Chegury, em Alvorada do Norte (GO)


O Ministério Público de Goiás ofereceu denúncia criminal contra a empresária Raianny Teixeira Oliveira pela prática de incitação ao crime. 

O fato ocorreu na última quarta-feira (19/10), quando a empresária utilizou seu perfil no Facebook para sugerir o crime de homicídio contra o promotor de Justiça Douglas Chegury, relata a denúncia.

Consta que, no dia 19 de outubro, Raianny Oliveira publicou o seguinte comentário em sua rede social: “Sou contra violência. Mas bem que podia achar um pra fazer com ele igual fizeram lá em São Domingos”. 

Na publicação, a empresária se refere à tentativa de homicídio da qual o promotor Douglas Chegury foi vítima no município de São Domingos em 2012, ocasião em que teve seu carro alvejado na estrada que dá acesso a Campos Belos.

O comentário foi publicado logo após a Justiça emitir decisão favorável ao pedido do MP, suspendendo a realização de shows contratados ilegalmente pelo município de Alvarada do Norte e que seriam realizados entre os dias 21 e 23 deste mês. 

Após tomar conhecimento da decisão, a denúncia sustenta que Raianny Oliveira usou sua rede social para incitar o crime de homicídio contra o promotor, autor da ação que ocasionou a proibição. 

A vinculação da mensagem com a decisão é feita pela própria usuária, que, num outro comentário, menciona a proibição dos shows no Alvorada Folia.

Pelo comentário, o MP denuncia a empresária pelo crime de incitação ao crime, previsto no artigo 286 do Código Penal, com pena prevista de três a seis meses de detenção ou multa. 

Fonte: MPGO

Um comentário:

Anônimo disse...

Não se pode aceitar que altoridades sejam ameaçadas ou intimidadas seja quem for. absurdo