Banner 1

Banner 1

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Cara e Poderosa: Baunilha do Cerrado é considerada a melhor do mundo




Por Evônio Madureira, 

A baunilha é a segunda especiaria mais cara do mundo, só perde para o açafrão. De 80 a 85% de sua produção vai para cozinha, o restante para perfumarias. 

A Baunilha Absoluta, a forma mais concentrada de baunilha natural (que custa US $ 6.000 por quilo) é a nota base de longa duração de muitos perfumes famosos, como Chanel No 5, por exemplo.

Uma grande família 

A baunilha é uma orquídea. A família das orquídeas, contém mais 20.000 membros. É a maior família de plantas com flores do mundo.

Mas a baunilha é o seu único produto comestível desta grande família.

Há 150 variedades de orquídea baunilha, mas apenas dois deles, Bourbon e Tahitian, são usados comercialmente.

Muito diferente da versão amazônica, essa baunilha robusta, perfumada, gigante em tamanho e sabor, pode ser também uma importante ferramenta para a conservação do meio ambiente e, principalmente, um complemento de renda para toda a população da região. 

A baunilha é uma orquídea. Logo, planta rústica, de fácil manejo. Um dos grandes inimigos da colheita da baunilha hoje em estado selvagem são os macacos, que não são bobos nem nada e adoram essa iguaria. 

Com um pouco de apoio de um instituto de pesquisa, essa planta facilmente pode ser domesticada e reproduzida. E assim pode começar um ciclo virtuoso. 

O preço de 1 quilo de baunilha da melhor procedência, hoje, gira em torno de 500 dólares. Uma baunilha brasileira média pode ter 100 gramas. Em uma continha de “português”: cada baunilha igual a 50 dólares – e pode ser cultivada e produzida em quase todo o Cerrado brasileiro, por quase todas as famílias. 


Para que isso aconteça, há uma segunda chave que está dentro de nós. Remunerar, pagar pelo que recebemos. 

E remunerar bem é fundamental. Cerca de 60% de um bom prato depende de um bom ingrediente. Por que não pagar por uma baunilha vinda do Cerrado brasileiro, ajudando uma família, os mesmos 500 dólares pagos por uma que não sabemos de onde vem, nem o que está por trás dela. 

Com informações do UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário