Banner 1

Banner 1

domingo, 18 de setembro de 2016

Divinópolis de Goiás tem dois candidatos pelo PSDB. Justiça indica que atual prefeito, Filoneto, vai ser rifado do páreo


Recentemente publicamos um texto indicando todos os candidatos a prefeito e a vereadores de Divinópolis de Goiás, no nordeste do estado.

Muitos devem ter notado que havia dois candidatos por um mesmo partido: Filoneto (PSDB) e Silvio de Abreu (PSDB). 

Como pode, perguntaram alguns?

O imbróglio faz parte de um processo político e de disputa pelo poder típico de cidades pequenas. 

O prefeito Filoneto tem grande capital político e muita força junto ao eleitorado, mas, internamente, dentro do diretório municipal do partido, foi perdendo força, até que Silvio de Abreu alçou à presidência da sigla na cidade. 

Estava "tudo certo" para que Filoneto fosse lançado candidato à reeleição a prefeito novamente pelo partido e tudo ia bem. 

Como na política, dois mais dois não são quatro, as forças internas do partido resolveram apear Filoneto do poder e decidiram lançar candidato próprio, mas não seria o atual prefeito. 

Durante a convenção municipal, em 9 de agosto, o partido formalmente lançou o presidente da sigla, Silvio Abreu, que registrou a candidatura com a coligação “Divinópolis para vencer na Renovação”, tendo como candidato a vice, o escudeiro "Demá de Tavino".

Ambos os candidatos defendem suas sustentações. 

Apoiadores de Silvio Abreu afirmam que o diretório municipal do partido é legal. Partidários de Filoneto alegam que a comissão provisória também é legal.

Mas o fato é que o prefeito Filoneto foi ripado e perdeu totalmente o controle do partido. No entanto, não jogou a toalha e foi buscar apoio no diretório estadual do PSDB, em Goiânia, onde também tem muito trânsito. 

Mas o diretório estadual, mesmo com a força de governador Perillo e do vice José Eliton, não pode fazer nada. 

A intervenção estadual nos diretórios municipais, com jurisprudência do TSE, não é permitida. 

Filoneto Santos não desistiu e com uma ação judicial precária na mão conseguiu registrar sua candidatura a prefeito, também pelo PSDB, com a coligação “Avante Divinópolis” , tendo como candidato a vice Ary Pimentel.

 A tensão subiu e durante uma das convenções houve muito bate boca e até "rasgação de documento". 

Junto ao TSE, foi registrado as duas candidaturas, com tendência de Filoneto perder a luta, visto que formalmente o partido indicou o seu presidente, Silvio de Abreu. 

E nesta sexta-feira (16) Filoneto perdeu mais uma ação no Poder Judiciário, faltando apenas duas semanas para a eleição de 2 de outubro.

O Juiz Fernando Samuel Oliveira decidiu que não há possibilidade de alteração da decisão liminar, na qual foi mantida nos autos do mandado de segurança que indeferiu a convenção realizada por Filoneto e definiu Silvio Abreu como candidato do PSDB.

“Não se vislumbra no referido ato qualquer menção ao ato do Diretório Estadual de provocar uma intervenção abrupta e injustificada, que não possibilitou o contraditório, para apenas aderir formalmente ao referido ato, como a referendar a ilicitude ocorrida e já reconhecida por este Tribunal” Afirmou o juiz.

“Assim, por não visualizar motivos para rever a decisão liminar já mantida pelo TRE-GO nos autos. Mantenho a decisão liminar pelos presentes fundamentos e por aqueles já constantes na referida decisão liminar” Finalizou o Juiz eleitoral.


Com informações de Antônio Carlos e fontes políticas da comunidade  

Já publicamos: 


Divinópolis de Goiás tem cinco candidatos a prefeito e 34 a vereadores

Nenhum comentário:

Postar um comentário