Banner 1

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Morre o padre Márcio, de Aurora do Tocantins, após 30 dias internado numa UTI


Morreu na manhã desta sexta-feira (5), o padre Márcio Alves Pereira, pároco de Aurora do Tocantins, no sudeste do estado. 

O padre estava há mais de 30 dias internado na UTI do Hospital Geral de Palmas e morreu após falência múltipla dos órgãos, após ficar cerca de 30 dias internado numa UTI. 

Ele ficou gravemente ferido após um acidente ocorrido na BR-010, no dia 2 de julho, nas proximidades do povoado Príncipe, em Natividade.

O corpo do Padre Márcio será levado e sepultado em Minas Gerais, a pedido da família.

O padre, que era pároco da cidade de Paranã (TO) e tinha sido transferido recentemente para Aurora, era passageiro em um Fiat Strada que capotou na rodovia após o motorista, José Gandara Oliveira, de 42 anos, perder o controle da direção. 

A Polícia Militar informou que o motorista e o padre saíram de Aurora para ir até Porto Nacional, mas antes passaram por Paranã. 

Na volta, chegando ao entroncamento da TO-050 com a BR-010, no povoado, o condutor não conseguiu fazer a conversão e o veículo capotou. José sofreu apenas ferimentos leves.

O padre sofreu traumatismo craniano e foi socorrido por pessoas que passaram pelo local do acidente. 

Ele foi levado ao Hospital de Natividade, encaminhado em seguida, com urgência, ao Hospital Regional de Porto Nacional e transferido ao Hospital Geral de Palmas, onde passou por cirurgias.

Nenhum comentário: