Banner 1

Banner 1

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Brutalidade: Polícia procura jovem suspeito de espancar bebês gêmeos até a morte e esfaquear a ex em São Miguel do Araguaia (GO)



Um caso de brutalidade contra gêmeos de 11 meses e contra a mãe deles, abalou moradores do município de São Miguel do Araguaia, em Goiás, na madrugada desta segunda-feira, 8. 

De acordo com a Polícia Civil, as duas crianças foram espancadas até a morte por um jovem de 26 anos, identificado como Antônio Ribeiro Matos, que também esfaqueou a mãe dos bebês, Taís Araújo de Oliveira Paula de 23 anos. 

As crianças chegaram a ser socorridas, mas não resistiram. A mãe está internada.

Ainda de acordo com a corporação, o suspeito é apontado como ex-namorado de Taís e a motivação do crime teria sido por ele não aceitar o fim do relacionamento. 

A mãe das crianças foi agredida e levou três facadas, sendo uma no rosto, uma no pescoço e outra nas costas. 

A jovem foi socorrida e encaminhada ao Hospital de São Miguel do Araguaia. Segundo a unidade, ela permanece internada no local e não corre o risco de morte.

A Polícia divulgou que Taís havia terminado o relacionamento com Antônio, que inconformado a esfaqueou e agrediu os bebês até a morte. Ele não é pai das vítimas e está foragido da justiça.

Segundo o delegado, Taís contou que havia se separado do pai dos gêmeos e namorou com Antônio por um mês, mas se separou porque sua família não concordava com a relação. Desde então, o vaqueiro começou a ameaçar e a perseguir Taís. 

Na noite de domingo, Antônio teria passado na casa da ex-companheira acelerando sua moto, como forma de ameaçar Taís. Ela estava na companhia de seu atual namorado, que é policial militar.

Durante a madrugada, depois que o PM deixou a casa, Antônio teria voltado, esfaqueado Taís e em seguida agredido os gêmeos, que morreram no hospital. 


"Ela pegou um dos filhos e caminhou em direção a porta, ele puxou a criança pelas pernas e jogou o menino no chão", descreve o delegado. A outra criança foi arremessada várias vezes contra o chão.

O pai das vítimas, Anderson Silva de Paula, que vive em Goiânia, disse abalado em entrevista que se preparava para o aniversário de um ano das crianças.


De acordo com o delegado André, na manhã desta terça (9) será protocolado o pedido de mandado de prisão contra Antônio Ribeiro, que fugiu do local do crime depois que vizinhos chegaram para socorrer a dona de casa. 

Os corpos dos bebês foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Porangatu, onde passarão por exames para atestar as causas das mortes.

Fonte: DM e Jornal do Tocantins 

2 comentários:

  1. Fico me perguntando,se uma pessoa dessa é ser humano,ou que monstro habita em um individo desse."isso é falta Deus no coração das pessoas".

    ResponderExcluir
  2. pena de morte para esse elemento.

    ResponderExcluir