Banner 1

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Arraias (TO): UFT recebe grupo da 15ª Expedição da Sociedade Brasileira de Espeleologia

 



Professores e acadêmicos do curso de Turismo Patrimonial e Socioambiental do Câmpus de Arraias, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), receberam nesta semana um grupo de espeleólogos da 15ª Expedição Intergrupos Tocantins da Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE). 

A equipe vem desenvolvendo, ao longo dos últimos onze anos, expedições com o intuito de fazer reconhecimento geral, prospecção, exploração, fotografia, cadastro e topografia no Estado. 

De acordo com o coordenador dessa expedição, o professor Luiz Afonso Vaz de Figueiredo, da Fundação Santo André (FSA), o foco da exploração são os municípios de Arraias e Aurora na região sudeste do Tocantins. “O potencial cultural e natural desses locais é elevado, porém, pouco explorado e estudado”, ressalta. 

Conforme a professora Valdirene de Jesus, da UFT, o curso de Turismo Patrimonial e Socioambiental de Arraias teve conhecimento da expedição por meio da parceria com a Secretaria de Turismo de Aurora do Tocantins e, na ocasião, desenvolveu esse apoio à Expedição. 

“O objetivo com essa parceria é buscar ampliar as possibilidades e o potencial espeleológico da região por meio do Turismo”, explica. 

Valdirene diz que a integração entre os alunos de diferentes cursos, instituições e universidades ajudam a compor uma rede de colaboração que tem como base a parceira e a troca de conhecimentos interdisciplinares que visam desenvolver novos caminhos para a pesquisa, extensão e ensino no Brasil. 

“A participação dos profissionais do Câmpus de Arraias do curso de Turismo Patrimonial e Socioambiental nas ações de prospecção da expedição aponta para a constituição de parcerias interinstitucionais para estudos espeleológicos na região e a realização de novas expedições”, acrescenta.

A Expedição aconteceu nos dias 11 a 13 de julho em Arraias, e as oficinas sobre espeleoturismo acontecem no período de 14 a 20 de julho, em Aurora do Tocantins. 

As expedições de espeleocientífica têm apresentado estudos de geologia, biologia, arqueologia, paleontologia, além de ter como foco as ações de Educação Ambiental e Espeleoturismo. 

Como resultados dessas expedições já foram publicados diversos estudos e apresentações em congressos de espeleologia, paleontologia, biologia e geomorfologia, que podem ser acessados no site da SBE aqui. 

O grupo da 15ª Expedição é composto por diferentes profissionais e estudantes de geologia, biologia, matemática, ciências ambientais, Turismo Patrimonial e Socioambiental, pertencentes ao Gesmar, Gels, Trupe Vertical, Egric, Ggeo, Greasb, Dolinas, TEG, LES/UFSCar, Espeleorio, SPEC, EGB, UFT-Câmpus de Arraias curso de Turismo Patrimonial e Socioambiental e convidado o curso de Pedagogia, além de grupos espeleológicos que possuem interesse no potencial do estado e buscam aprofundar suas informações e registros. 

Espeleologia - é a ciência voltada para o estudo de cavernas. Esta ciência busca conhecer e estudar a formação geológica das cavernas, meio ambiente onde estão inseridas, formas de vida que a habitam, características, formas de preservação, etc.

SBE - A Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE) é uma associação sem fins lucrativos, que congrega interessados na exploração, pesquisa e preservação de cavernas, assim como em todas as ciências e atividades correlatas ao meio ambiente. 

Fundada em 1969, a SBE incentiva, organiza e difunde todas as atividades relacionadas à espeleologia, seja no campo esportivo, social ou científico.

Fonte: UFT

Nenhum comentário: