Banner 1

Banner 1

domingo, 5 de junho de 2016

Alô Polícia, Alô Ministério Público: leitor denuncia que crianças kalugas estão há um mês sem merenda escolar


Leitor denuncia que falta lanche nas escolas kalungas, há pelo menos um mês. 

E mais: que a canoa, que servia de transporte no rio Paranã, um patrimônio público, foi vendida para particulares. 

É preciso que a Polícia e o Ministério Público investiguem as duas denúncias, que atingem, de cheio, o bem estar da comunidade quilombola, situada nos municípios de Monte Alegre de Goiás e Cavalcante (GO).  

2 comentários:

  1. Coitado dos professores!!!Assim fica praticamente impossível as crianças terem um bom rendimento escolar.Pois sem alimentação adequada nao tem como aprender, e se torna muito mais difícil para alunos do turno matutino.E se vem a verba para comprar o lanche é direito deles.SACANAGEM hein!

    ResponderExcluir
  2. Pessoal vamos devagar com os comentários, pois não vejo veracidade no caso, sei que um dos carros que transporta a merenda está quebrado, mas a outra camionete sobe todos os dias com merenda então como não tem como conservar os alimentos são levados por semana, e não está dando mesmo para entregar em todas as escolas Calungas e suas inúmeras extensões, mas está fazendo se o que é possivel e tem mais, quase não há estradas, se continuar sem arrumar as estradas (trabalho das prefeituras),aí sim vai ficar é mais de mês sem merenda,mas não é por causa da verba e muito menos dos responsáveis em comprar e distribuir a merenda.

    ResponderExcluir