Banner 1

Banner 1

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Polícia prende suspeito de estuprar enteada de 10 anos no Tocantins


Na tarde da ultima quarta-feira (18), uma ação conjunta realizada por policiais civis das delegacias de Figueirópolis e Cariri do Tocantins, resultou na prisão de José Ananias Tavares de Lira, de 51 anos de idade.

Ele é suspeito de abusar sexualmente de sua enteada de 10 anos.  

José Ananias foi capturado mediante o cumprimento de mandado de prisão preventiva, quando se encontrava em sua residência, em Cariri.

Conforme as investigações da Polícia Civil, os estupros ocorriam desde o ano de 2011, sendo que o autor ameaçava a criança de morte a fim de garantir a impunidade do crime. 

Após algumas semanas de investigações, os policiais civis conseguiram reunir elementos que indicavam que os crimes estavam sendo praticados pelo suspeito.

Com base nessas informações, o delegado Vando Rodrigues de Morais, representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão de José Ananias, a qual foi deferida pelo Juízo Criminal da Comarca de Figueirópolis, sendo o mandado cumprido na tarde desta quarta-feira.

Após os procedimentos cabíveis, José Ananias foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Gurupi, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.


Outro caso grave de estupro de crianças no Tocantins

Um homem de 49 anos foi preso nesta terça-feira (17) em Araguaína, norte do Tocantins, após ser condenado por estuprar as duas próprias filhas adolescentes. 

Segundo informações da Polícia Civil, uma delas foi abusada durante oito anos e chegou a ficar grávida do homem.

Paulo Marques dos Santos deve cumprir 29 anos de prisão pelos abusos. Ele foi preso na casa dele no setor Céu Azul, por volta das 6h, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça. Os abusos foram confirmados por exames de conjunção.

A denúncia dos crimes foi feita pela mãe das meninas em 2011, quando os crimes começaram a ser investigados.

Segundo o delegado Rerisson Macedo, responsável pela prisão, a filha mais velha tem 25 anos atualmente. 

Os abusos ocorreram quando a menina tinha entre 8 e 16 anos, entre 1999 e 2007. Ela ficou grávida, mas sofreu um aborto, que também teria sido provocado pelo pai, conforme a polícia. O ano do aborto não foi informado.

A outra menina, que atualmente tem 20 anos, teria sido violentada em 2010. As investigações realizadas pela Delegacia da Infância de Araguaína apontaram que o homem utilizava facas para ameaçar a filha mais velha e cometer os abusos.

Com a outra adolescente, conforme o delegado, ele teria colocado medicamentos em sucos e leites para fazê-la dormir. O homem foi condenado na última sexta-feira (13). Ele está preso na Casa de Prisão Provisória de Araguaína.

Fonte: Portal do Tocantins

Um comentário:

  1. Bom dia caro Dinomar Miranda!Há vários boatos recente de um caso parecido aqui em nossa cidade Campos Belos Goiás e gostaria de ficar informado da veracidade a respeito desse assunto. Se possível é claro. Desde já agradeço a atenção.

    ResponderExcluir