Banner 1

segunda-feira, 9 de maio de 2016

É ilegal e imoral a decisão do presidente interino da Câmara", diz Mendonça Filho


"É ilegal e imoral a decisão do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão, que anula a votação do impeachment. Não tem valor legal, por que o impeachment é pauta vencida na Câmara e o Senado não pode se subordinar à decisão da Câmara. 

A Câmara dos Deputados não pode desfazer atos praticados pelo Senado, que já avançou e aprovou na Comissão o prosseguimento do impeachment. 

O parecer do relator Anastasia será lido em plenário hoje. A partir daí, começa a contar o prazo de 48 horas para a votação em plenário. A decisão de Waldir Maranhão é um desrespeito à Casa e uma aberração política e jurídica. Certamente subordinada a interesses inconfessáveis."

Mendonça Filho (DEM/PE)

Um comentário:

Gilmar Almeida disse...

Ilegal e imoral é abrir processo de impeachment sem crime de responsabilidade, golpeando a democracia e a vontade de 54,5 milhões de eleitores.