Banner 1

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Arraias (TO): Projeto social de futebol móvel promete agitar a região Sudeste


Na busca de oportunizar os jovens da região Sudeste do Tocantins para a prática de uma modalidade esportiva, o professor Oscar Alves, lançará no dia 12, a Escolinha de futebol- Circuito dos Sonhos. O evento vai acontecer às 19 horas, na câmara municipal da cidade de Arraias.


Trata-se de uma escolinha de futebol móvel pelos bairros e quilombo/zona rural do município de Arraias, sudeste do Tocantins, com IDH 0,651 região norte do Brasil, sendo o bioma predominante, o cerrado. 

A escolinha busca alimentar os diferentes sonhos das crianças e adolescentes junto com as famílias, resgatar valores e prevenir que vidas em estado de vulnerabilidade social se percam nas mazelas da sociedade: suicídios, drogas, criminalidade. 

A ação preventiva, pretende a cada circuito diminuir atos infracionais bem como resgatar o ser humano para a vida, e ai diminuir, a quantidade de ações infracionais na Jurisdição de Arraias. 

O funcionamento da escolinha de futebol vai além da pratica da modalidade que já é educativa, como também, educação ambiental (Arraias é região mais seca do Tocantins) resgate de valores, praticas do ensino de cidadania, ensino da música, artes, do teatro e patriotismo.


Histórico

A prática foi lançada em 2001 no município de Arraias, através da escolinha de futebol Nilton Santos, esteve em funcionamento no ano de 2013 e agora em 2016 foi reformulada. 

“O futebol é o instrumento utilizado para trazer as crianças e jovens rumo a inclusão social e a cada circuito, pretende-se diminuir os atos infracionais da cidade”, afirma o Oscar Alves, professor e idealizador do projeto.
  
Metodologia

O funcionamento em circuitos pelos bairros, quilombo/zona rural da cidade nos espaços disponíveis, sendo que a 30(trinta) dias todos os polos em um campo neutro realizarão atividades, pensando que a cada novo encontro a paz e os sonhos voltem a serem construídos em prol de uma sociedade melhor. 

A logística permite que a escolinha vá ao encontro das crianças e jovens dentro da sua comunidade. 

A partir daí inseri-los novamente em um convívio harmônico nos encontros mensais com os demais bairros da cidade. 

É importante ressaltar que motivo da metodologia se dá pelos motivos: os bairros, quilombo/zona rural já estarem em estado avançado de rivalidade, fato que contribui de maneira significativa para os avanços de atos infracionais. 

As atividades serão ministradas de segunda a sexta-feira, no contra turno, com ações teóricas (meio ambiente, produção de textos, vídeos, palestras, entre outras) e a práticas da modalidade esportiva.

Serão atendidos 25 alunos em cada polo de acordo com a faixa etária, totalizando 100 alunos.

Fonte: Alô Esporte

Nenhum comentário: