Banner 1

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Tocantins: Três suspeitos de assaltarem bancos são mortos durante tiroteio com a polícia


Afonso de Moura Moreno, 34 anos, Ludevane dos Anjos da Silva, 27 anos, e Flávio Andrade da Silva, 18 anos, foram mortos em um confronto com a polícia na TO-030, próximo a Taquaruçu em Palmas. 

A ação aconteceu na noite de ontem, por volta das 18 horas, próximo ao local conhecido como Mirante. 

Entrevista coletiva, os delegados da Delegacia Estadual em Investigações Criminais (Deic) e da Diretoria de Inteligência do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), Liliane Albuquerque e Rildo Barreira, contaram que durante as investigações descobriram que os três faziam parte de uma quadrilha de assalto a banco, que atuava na modalidade sapatinho - quando sequestram alguém antes do roubo - e novo cangaço. 

A investigação durou dois meses. 

Conforme a polícia, os suspeitos estavam escondidos em Porto Nacional, a 52 km de Palmas, e já estavam com três novos crimes planejados. 

Um deles seria executado em Lagoa do Tocantins, onde se sequestraria a família do dono de um posto de gasolina para obter dinheiro. 

No segundo, o grupo sequestraria o gerente de um banco em Colinas do Tocantins para roubar o local. As duas primeiras ações serviriam para auxiliar no assalto a um carro forte.

Ainda durante a coletiva, os delegados informaram que a arma que seria usada nas ações, uma metralhadora 50, de uso exclusivo das forças armadas, já estava sendo negociada para o assalto ao carro forte. 

O grupo já teria realizados três assaltos em Palmas e Porto Nacional. 

De acordo com a polícia, Flávio Silva também estaria envolto no assalto a uma agência do Bradesco em Araguaína, que aconteceu no ano passado. 

Ele teria ficado com R$ 100 mil. Já Afonso Moreno tinha passagem por roubo e havia saído da prisão em Araguaína há dois meses. 

Um quarto integrante da quadrilha, que não teve o nome divulgado, ainda é procurado pela polícia.

Ação 

Conforme a ocorrência da Polícia Militar, os três se deslocavam em um Fiat Strada,q eu havia sido roubada em Palmas na manhã de ontem,  pela rodovia estadual e não teriam obedecido à ordem de parada de agentes da polícia civil e ainda teriam efetuado disparos em direção aos policiais, que revidaram. 

Ludevan Silva morreu na hora, já os outros dois suspeitos foram socorridos e encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento Sul (UPA), porém já chegaram mortos ao local.  Nenhum policial ficou ferido. 

A polícia informou que dentro do carro dos suspeitos encontrou cordas e outros itens que seriam utilizados nos sequestros. Com eles, ainda foram encontrados três revólveres calibre 38 com várias munições deflagradas. 

Nenhum comentário: