Banner 1

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Secretaria Cidadã e Agehab assinam convênio para casas quilombolas em Flores, Cavacante, Monte Alegre, Teresina e Niquelândia


A Secretaria Cidadã, a Agehab e a Caixa Econômica Federal assinaram nesta quarta-feira (20) convênios com quatro associações de comunidades quilombolas para construção e reforma de moradias às comunidades negras de Goiás.

A solenidade de assinatura foi realizada na sede da Agehab em Goiânia e contou com a participação da secretária cidadã Lêda Borges, Luiz Stival, presidente da Agehab, o superintendente de Habitação da Caixa Econômica Federal, Cleomar Dutra, e representantes das associações quilombolas.

Serão beneficiadas 610 famílias, sendo 300 com o Cheque Reforma, que serão liberados na primeira etapa, e 310 com o Cheque Construção, a serem liberados posteriormente, ambos dentro do Programa Estadual de Moradia para as Comunidades Tradicionais, coordenado pela Secretaria Cidadã.

Na sequência da assinatura dos convênios, representantes das associações participaram de uma capacitação para o cadastramento das famílias beneficiadas. 

No próximo dia 12 de maio, o governador Marconi Perillo fará o repasse dos cheques às comunidades em evento na cidade de Cavalcante.

As primeiras associações beneficiadas são a Comunidade Moinho (de Alto Paraíso), Flores Velha (Flores de Goiás), Rufino Francisco (Niquelândia) e Kalunga (Cavalcante, Monte Alegre e Teresina). 

As associações têm até o próximo dia 2 de maio para cadastrar as famílias beneficiárias do programa. 

A Secretaria Cidadã, a Agehab e a Caixa Econômica Federal farão a capacitação técnica das associações para elaboração dos projetos e acompanhamento dos investimentos.

Em sua fala, a secretária Lêda Borges chamou atenção para a importância da atuação dos presidentes das associações a partir desta fase do programa. “Agora, nós dependemos muito de vocês. Façam justiça. Repassem esses recursos a quem realmente precisa e todos nós sairemos ganhando”, disse a secretária aos dirigentes das comunidades negras presentes no evento. 

Lêda chegou a se emocionar ao agradecer a todos pela parceria.

O presidente da Agehab, Luiz Stival, ressaltou o trabalho em conjunto entre os governos de Goiás e federal (via Ministério das Cidades e Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) na implementação do programa. 

“Fizemos uma verdadeira força-tarefa para realizar este trabalho, apesar de toda a crise econômica que enfrentamos”, enfatizou.

Valmir Souza Costa, presidente da Associação Quilombola Kalunga, afirmou ser uma “vitória” da comunidade a assinatura do convênio. 

“São muitos anos de luta e esperança de ter uma vida melhor em nossas comunidades que agora se concretiza. O trabalho daqui para frente é com a gente”, afirmou ao final da solenidade em referência ao acompanhamento de execução das obras, que será de responsabilidade das associações.

Goiás possui hoje 33 comunidades certificadas pela Fundação Palmares em 28 municípios goianos. 

O estado tem o maior quilombo em extensão territorial do Brasil, uma área com mais de 250 mil hectares de cerrado. Somadas, as comunidades quilombolas reúnem uma população de cerca de 5 mil habitantes em Goiás.

No ano passado, a comunidade quilombola Jardim Cascata, em Aparecida de Goiânia, recebeu 72 casas deste mesmo programa. 

Segundo a gerência da Caixa Econômica, 12 mil casas estão previstas no programa neste ano, sendo três mil em Goiás.

Fonte: Diário da Manhã

Nenhum comentário: