Banner 1

terça-feira, 12 de abril de 2016

Arraias (TO): se não bastasse o achatamento salarial, professores estão sendo substituídos por outros profissionais, diz leitora



"Senhor Dinomar Miranda, 

Tenho visto seu trabalho e a importância que ele exerce sobre nossa sociedade.

Considerando sua presteza, venho aqui pedir uma divulgação sobre nossos direitos trabalhistas, que não estão sendo cumprido ou melhor não estamos sendo atendidos de acordo com a lei.

Sou professora efetiva do município há 18 anos.

Atualmente fomos substituídos, eu e meus colegas, por outros funcionários cujo concurso é de ASG ou seja auxiliar de serviços gerais.

Já solicitei ajuda de emissoras de TV, mas aqui nesse fim de mundo eles não vem.

Estamos prejudicados por estarmos muitos endividados, alguns salários estão comprometidos 60% nos bancos... enfim, um sofrimento.

Estamos passando necessidade e nem temos o direito de exercer nossa profissão para a qual fomos concursados."

Arraias - Tocantins

4 comentários:

Anônimo disse...

Absurdo! Que tempo é esse que vivemos, onde os gestores municipais e demais, não respeitam o povo, abusam da autoridade e ninguem faz nada para barra-los... É inaceitável, é lamentavel. Cade gente o respeito com os professores!?! Meu Deus! Isso cansa! A história de desrespeito não tem fim.... Triste!

Tiffany Eduarda Alves da Cruz disse...

Triste mesmo, quando isso vai acabar? Um descaso com a população. Eu achava que professores eram insubstituível

Maria Aguiar disse...

Esse é o bom pro povo. Essa atitude do gestor é só uma de muitas que vem fazendo com os servidores da educação. E as salas superlotadas que estamos enfrentando por conta de um Conselho Escolar, que é composto por aqueles que nunca pisaram em uma sala de aula. Está passando da hora de uma equipe de TV ou jornal aparecer em nossa cidade e mostrar pro mundo o descaso com a educação.

Tiffany Eduarda Alves da Cruz disse...

Triste mesmo onde vamos parar, um descaso com a população. Eu achava que os professores eram insubstituível.