Banner 1

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Podem espernear: agora falta o Temer, Renan, Cunha, Aécio, 513 deputados e 81 senadores





A primeira batalha contra o grande a corrupção foi iniciada. 

Foi derrotado um governo e por um partido que prometia zelo com a coisa pública, fragor combate à corrupção, maior distribuição de renda e mais justiça social, econômica e política.

E fez pior do que as velhas raposas, que há séculos se garantem no poder. 

A enorme pressão fez os voluteis parlamentares, num suspiro de sobrevivência, votarem contra o governo. 

A pressão agora é para cortar a cabeça de Temer, do partido cafetão, o PMDB; e do malandro e cínico presidente da Câmara Eduardo Cunha.

Extirpar os 513 deputados, que só votam por suas famílias e seus projetos pessoais de Poder. 

Com o Judiciário, de Sérgio Moro, o Ministério Público, a Polícia Federal e a imprensa, iremos avançar sobre o Senado de Renan Calheiros, José Sarney, Aécio Neves....

Só vai sobrar aquelas pessoas de bem, com um passado político íntegro e voltado para a comunidade, para a sociedade e para o bem comum. 

Pode ser um sonho, mas é um objetivo.      

O próximo passo será a grande, verdadeira e prática reforma política, para que se possa passar o Brasil a limpo e tirar o país desse circulo vicioso de politicagem, de corrupção, de pseudos governos de coalização... 

do toma lá dá cá, que só beneficia os detentores do poder e grupos políticos apaniguados.  

Podem espernear. Começou e não tem volta. 

8 comentários:

Anônimo disse...

"Eu sinceramente não vi deputados interessados em mudar a situação do nosso país,e sim uma briga partidária,eu espero que todos pague pelo o rombo feito!Não gosto de politica,não estou defendendo nenhum partido...eu tenho vergonha de ser brasileira na situação que estamos vivendo...Tudo bandido!A politica brasileira e um LIXOOOO,o pior d tudo que somos nos que trabalhamos honestamente que pagamos o pato...Que a justiça seja feita"

Anônimo disse...

Quando o brasileiro cair a ficha e perceber quem vai assumir o poder são dois ratos, aí será tarde, pois para derrubá-los não contará mais com o apoio da mídia, dos empresários e do judiciário. A massa agora já não serve mais, se tornou descartável,pois para eleger presidente da república não é necessário mais o voto popular;o título de eleitor se tornou uma ferramenta sem nenhuma utilidade, absoleto. A democracia a partir de ontem recebeu um novo conceito, onde para ser eleito é preciso menos votos que o número de eleitores que existe na pequena rua da cidade interiorana onde moro.Voltamos ao tempo dos senhores de engenhos, dos feudos, dos coronéis.Em toda cobertura da mídia não se falou em novas eleições, uma vez que os senhores da casa grande não pode ter o povo como o centro do poder, não querem ser incomodados. Vergonha quando vi parlamentares diante do microfone e de uma figura mais corrupta que se possa imaginar o presidente da câmara dizer que estava votando pelos seus, filhos pela sua esposa, pela família, como se a família brasileira compaquituasse com a corrupção e aprovasse todos os seus crimes. Dinomar Miranda, se não tivermos novas eleições, teremos muito trabalho para explicar as nossas crianças, os nossos netos o que aconteceu no Brasil ontem.

Ailton mendes disse...

É amigo!! Deus queira que você tenha alguma razão!! eu, particularmente não acredito!! acho que ontem o que vimos foi a câmara dos deputados descortinada!! mostrou sua real situação. Onde deputados que, na essência, deveria cuidar dos interesses da nação, votando sem ao menos saber o que estavam condenado, uma vergonha!! Eu comungo da mesma situação que você colocou dias atrás, de tristeza pela atuação do partido dos trabalhadores e do seu líder maior, Luiz Inácio Lula da Silva, que nos enganaram com defesas de posições que, se aplicadas, estaríamos hoje com um país bem mais igualitário., mas que optaram por "sofisticar" as malandragens que já eram executadas, e em valores infinitamente maiores.
Mas, a despeito disso, essa ação de ontem nada tem a ver com essa corrupção em si, ontem indicaram a retirada de um presidente eleito democraticamente, e sem indicar nenhum crime de responsabilidade, apesar de não concordar com a ênfase nesse termo, mas foi, de verdade, um golpe político!!
De verdade, e diferente de você, espero que esse "acordão" não sepulte a lavajato, e jogue para debaixo do tapete todas as mazelas que estão sendo descobertas por essa operação., pois é isso que acredito que ocorrerá!!
Daí vão me perguntar: E o povo nas ruas?? esses sairão dela, assim que der uma melhorada na economia, e voltarão para suas vidas de facebooks, instagrans e etc.
Quem viver verá!!

Anônimo disse...

Bom dia Dinomar,gostaria de parabenizar os deputados do estado de Goiás que votaram em prol do impeachment da Presidente Dilma,em especial ao Dep.Pedro Chaves que honrou e encheu de orgulho o povo do nordeste goiano.Espero agora que a câmara de deputados tome providências em relação ao presidente da câmara Eduardo Cunha.Pois é inconcebível que deixemos uma raposa tomar conta do galinheiro.Respeito e apoio o impeachment,era necessário,agora vamos limpar o resto da sujeira,que Deus ilumine ao juiz Sérgio Moura e que o mesmo dê um basta nesta corrupção!

Leonardo disse...

Tiririca presidente!

Anônimo disse...

Todos os senadores e deputados? Até mesmo os que não tem "culpa nenhuma no cartório" e fazem uma política de alto nível? Sim, eles existem. Cada coisa que a gente lê nesses blogs.

Anônimo disse...

Infelizmente, é o sujo falando do mal lavado, mas como diz o ditado: Se gritar pela ladrão, não fica um meu irmão".

O PMDB de Cunha, Renan, Sarney e tantos outros, são os mesmos que em Goiás ganharam a eleição com apoio do PT, como aconteceu em Goiânia, Anápolis, e em outras cidades, como em São Domingos, que vem dando apoio ao PMDB, ao longo dos anos, lançando candidatos em prol de Gervásio e sua turma. Deu no que deu... quem escolhe más companhias.... é como a estória do escorpião que pede carona para atravessar o rio, e no meio do lago pica o transportador, perguntado porque? o escorpião fala: é minha natureza. Assim é a natureza de alguns neste Brasil.

Fica a lição:
- saibam votar da próxima vez,
- escolham melhor as companhias
- trabalhem mais, sejam mais honestos, não votem nos deputados que estão aí, alternem o Poder, fscalize o Prefeito, o vereador, o Deoutado, veja quais os projetos que fizeram, o que eles defendem, se é que defendem o povo Goiano, e enganam com a entrega de ambulandia, uma doação, que não saem do bolso deles. Afinal, quem já prestou contas de seu mandato? satisfação nenhuma, "banana para o povo". Assim fica fácil para corruptos no Brasil, ninguem denuncia, ninguem vê, ninguem fala, vota-se nas mesmas pessoas e a vda continua.

Anônimo disse...

Tenho minhas dúvidas em relação a cassação dessa outra quadrilha! Achei o Sr Sérgio Moro um pouco íntimo desses bandidos. Mas vamos aguardar o final dessa longa trama global. Pois a esperança é a última que morre.