Banner 1

segunda-feira, 14 de março de 2016

Mais um bandido do assalto em Ponte Alta do Bom Jesus (TO) é preso. Ele passou 13 dias no mato, em fuga


Após o décimo terceiro dia de buscas, a Polícia Militar de Taguatinga (TO), sudeste do estado, encerrou as diligências no caso do assalto à agência dos Correios de Ponte Alta do Bom Jesus (TO), após a capturar Rafael Ferreira Furtado, 21 anos, o "Kaká".

Natural de Goiânia, "kaká" relatou à imprensa local que só em sua cidade natal já foi preso cinco vezes, pelos crimes de porte de arma, disparos em via pública e por roubo a mão armada. 

Ele é suspeito de ter praticado vários assaltos na região, tornado assim o segundo homem mais perigoso da quadrilha e que tem como principal articulador Marcos Aurélio, o "manco", preso recentemente. 

Questionado sobre sua fuga e como resistiu a tantos dias pegando chuva e sem alimentos e se recebeu apoio durante esse longo espaço de tempo, ele respondeu que já estava exausto, durante esses 13 dias foragido; comia apenas frutas.

Disse que do quinto dia em diante, todos os dias, pensava seriamente em se entregar, mas temia ser morto. O momento mais crítico, segundo ele, era durante a noite, quando chovia sempre, sentia muito frio, pois estava apenas de bermuda.

"Kaka" foi preso pela Polícia Militar no início da tarde deste domingo (13), próximo ao Rio Abreu, após escapar de vários cercos montado pela Polícia durante este mesmo dia.

A primeira denúncia da aparição dele foi neste domingo, próximo ao aeroporto, onde tentou tomar uma moto de um condutor que fazia trajeto para o Rio Azuis.

A partir, daí a Polícia montou estratégia ao saber que o bandido se aproximava ligeiramente da cidade. 

No momento que foi encontrado pela PM, ao lado da ladeira do Rio Abreu, a cerca de 100 metros de distância da rodovia, ele não esboçou nenhuma reação, apenas colocou as mãos na cabeça, deitou e pediu para que não matasse ele.

Rafael Kaká foi transferido para a cidade de Dianópolis, onde ira prestar depoimentos, posteriormente posteriormente será entregue à Polícia Federal.

Fonte: Associação dos Militares de Taguatinga

Nenhum comentário: