Banner 1

sábado, 26 de março de 2016

Golpistas usam supostos cadastramentos para lesar pessoas no nordeste de Goiás e sudeste do Tocantins

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa
A informação é da polícia e foi divulgada neste sábado (26), no programa Cidade em Foco, da Rádio Atividade, de Campos Belos. 

Segundo o radialista Ivan Almeida, que também é policial civil, em Campos Belos, aumentou assustadoramente a quantidade de pessoas lesadas que procuram a delegacia local para denunciar golpes e esvaziamentos de contas bancárias. 

Os bandidos utilizam dos mais diversos subterfúgios para convencer pessoas, principalmente os idosos, a lhes passarem cartões e dados bancários. 

Desde o golpe do bilhete premiado às ligações do sequestro de parentes. 

Mas o mais novo deles é o golpe do recadastramento. 

Segundo a polícia, os estelionatários, bem vestidos, chegam nas residências e dizem que são das cessionários, principalmente das empresas de água e luz, informando que o "governo" vai dar um desconto na conta e precisam refazer o cadastramento. 

Solicitam toda documentação para supostamente preencher os formulários. "Bons de lábia", ganham a confiança dos donos casa, que passam até dados bancários e senhas pessoais. 

Minutos depois, os golpistas limpas as contas bancárias, inclusive poupança. 

Outro golpe e dos mais repulsivos seria o do "Bom Mocismo". 

Jovens se colocam à disposição dos idosos para acompanhá-los ao banco, com o intuito de ajudá-los. 

São solícitos, educados, prestativos. 

Ao sacar os proventos das aposentadorias, já em lugares ermos e distantes, os ladrões simplesmente tomam o dinheiro dos idosos. 

Todo cuidado é pouco com os estelionatário e com os ladrões, que agora atacam até quem transitam pelas estradas vicinais das zonas rurais. 

É preciso que filhos, netos e pessoas próximas cuidem de seus idosos, principalmente. 

Cabe lembrar que qualquer pessoa pode cair no "canto da Cinderela", inclusive jovens e instruídos.  

Nenhum comentário: