Banner 1

Banner 1

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Menores de idade: pai é assassinado na porta da escola enquanto esperava o filho no Guará





Eli Roberto Chagas, 51 anos, morreu na manhã desta terça-feira (2/2), enquanto aguardava o filho na porta do Colégio Rogacionista, na quadra QE 38, do Guará II. 

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, um menor vestindo um uniforme de outra escola teria abordado o homem, que acabou baleado e morreu no local.

O crime ocorreu por volta das 11h40 e o carro, o Corolla prata de placa PAN-3286, foi roubado pelo menor, que teria disparado três vezes, sendo que apenas um dos tiros acertou a vítima. Ainda de acordo com a PM, o homem saiu do carro logo que foi abordado e correu, sendo atingido em seguida.

Eli, pai de dois alunos na escola –  um rapaz do primeiro ano do ensino médio e uma menina do ensino fundamental – teria retirado o carro numa concessionária nesta manhã. A família mora próximo do local do crime, na QE 26 do Guará II.

Segundo a orientadora pedagógica Ivânia Gonçalves, a região é alvo de assaltos frequentes. “Aqui nas proximidades é ocorrência na certa. Mas nunca tinha visto uma morte. Estamos reféns da violência”, relata.

Primo de Eli, o militar Carlos Chagas estava revoltado no local do crime: “Brasília está difícil de viver com toda essa violência. Ajuda, governador”. 

Para ele, a lei da maioridade penal tem contribuído para que menores participem cada vez mais dos crimes. “Aquela Câmara, aquele Senado, têm que mudar a lei. Os menores não podem ficar impunes”, completou.

Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário