Banner 1

Banner 1

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Herança colonial: aos 22 anos, filho de Eduardo Campo é nomeado chefe de gabinete do governador. A filha também ganhou um cargo, na prefeitura do Recife



Fidalgo ou filho-de-algo designava no Brasil-Colônia o indivíduo que detinha o título de nobreza e pessoas que pertenciam à aristocracia.

Pernambuco, tradicional estado brasileiro, sempre tratou a pão de ló os filhos da fidalguia e com açoite os demais filhos de sua terra.

Não à toa, Recife, a capital, sofre com a violência, a pobreza e com a falta de saneamento básico.

Lá, quase 70% dos lares dos recifenses não possuem rede de esgotamento sanitário.

Os dejetos são jogados em redes fluviais e depois cai em canais e  grande parte no velho capibaribe ou no rio beberibe.

Não é por menos que o "aedes" e o zica virus têm levado medo e pavor, principalmente às comunidades da periferia.

Faço esse grande preâmbulo para dizer que, mesmo no século XXI, o vício de se beneficiar a "nobreza" continua em alta na capitania que mais prosperou.

Veja essa história.

Hoje os filhos do ex-governador Eduardo Campos ganharam um presentão daqueles, sem qualquer mérito pessoal.

Os jornais de lá publicaram que a primogênita do ex-governador, morto em agosto de 2014 em um acidente aéreo, e de Renata Campos, foi nomeada para um cargo na Prefeitura do Recife.

Arquiteta, Maria Eduarda de Andrade Lima Campos tem 23 anos e vai atuar como gerente de Zoneamento Especial do Instituto Pelópidas Silveira na gestão de Geraldo Julio (PSB).

A nomeação foi feita de forma discreta, sendo publicada no Diário Oficial do dia quatro de fevereiro, quinta-feira da semana pré-carnavalesca, com data retroativa ao dia 1º de fevereiro de 2016.

Maria Eduarda foi efetivada como gerente no Instituto Pelópidas Silveira após um ano e sete meses de estágio no mesmo órgão e, de acordo com a administração municipal, de atuação reconhecida.

Chefe de gabinete aos 22 anos, ainda estudante

A notícia veio à tona nesta quinta-feira, mesmo dia em que o irmão de Maria Eduarda, João Henrique de Andrade Lima Campos, toma posse como novo chefe de Gabinete do governador Paulo Câmara.

Aos 22 anos e estudando Engenharia Civil, ele vai substituir Ruy Bezerra, que comandará a Controladoria Geral do Estado. A posse ocorreu na tarde de hoje, no Palácio do Campo das Princesas.

João, que desde cedo acompanhava o pai nas campanhas eleitorais e no exercício de mandatos políticos, vai exercer a mesma função que Eduardo Campos ocupou no segundo governo de Miguel Arraes (1987-1990).

Inicialmente chegou a ser cogitada sua candidatura ao cargo de vereador do Recife nas eleições deste ano.

E depois dizem que são socialistas...

Concurso mesmo, ninguém quer fazer. Lá no Recife, a meritocracia passou longe. E viva o Brasil!!  

Um comentário:

  1. O socialismo na pratica e assim mesmo.Uma ilusão que o preguiçoso do Karl Marx inventou para viver a custas dos proletários otários.Se funcionasse na pratica Cuba seria um paraíso.Na verdade funciona para os ditadores como Kim Jong´-Un.

    ResponderExcluir