Banner 1

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Dia "D" contra o aedes em Posse (GO) encontra apenas 1% de focos nos mais de 2 mil logradouros visitados



Por Rose Ane Silveira, 

O segundo dia “D” contra o aedes aegypti em Posse conseguiu cobrir dois setores da cidade, Mãe Bela e Buenos Aires, além de um pedaço do Setor Santa Luzia. 

Segundo a secretária municipal de Saúde, Bete Manieri, no total 2.144 logradouros destes setores foram visitados e 21 focos do mosquito foram encontrados.

“Este é um resultado muito positivo. A população está de parabéns, o número de focos representa apenas um por cento dos logradouros visitados, o que é bem abaixo do esperado”, afirmou Manieri.

O prefeito José Gouveia também ficou satisfeito com os resultados. Pelo relatório apresentado, a maioria dos quintais destes setores estava limpa e roçada. 

“Isto mostra que a população de Posse, em especial nos setores citados estão tomando consciência da importância do combate ao mosquito da dengue. Este cuidado tem que ser permanente e não apenas nestes períodos de campanha intensa” ressaltou Gouveia.

Todas as secretarias municipais de Posse se envolveram diretamente no trabalho de ontem e com isto 66 equipes foram formadas. 

O trabalho da equipe da Secretaria Municipal de Saúde começou às 06h30 com a montagem do Posto de Campanha e foi direto até as 18h15, quando estavam sendo lançados os resultados no sistema integrado com a Regional Nordeste II de Saúde e Corpo de Bombeiros. Os dados continuam sendo atualizados hoje.

Bete Manieri confirmou que ainda foram encontrados muitos imóveis vazios e fechados, o que impediu a inspeção dos mesmos.  

No mapa da Vigilância, as áreas livres de foco aparecem em verde, as com foco aparecem em vermelho e as com logradouros fechados em amarelo. 

Os moradores dos imóveis livres do mosquito receberam o selo que comprova o fato pelos agentes das equipes.

“Basta um foco em uma casa para que todo o quarteirão fique em vermelho. O mesmo se aplica a marcação em amarelo. 

Isto significa que nossas equipes terão que voltar a estes locais e verificar o andamento do combate aos criadouros”, explicou a secretária de Saúde. 

O foco continuará sendo, segundo ela, a educação e prevenção e todos os setores e povoados de Posse que ainda não foram visitados, o serão.

Nenhum comentário: