Banner 1

Banner 1

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Campos Belos GO: Força tarefa contra mosquito aedes aegypti encerra primeira etapa




Por Jefferson Victor,

Encerrou-se nesta quinta-feira (04), em Campos Belos, nordeste de Goiás, a primeira etapa da força tarefa de combate ao Aedes Aegypti, um esforço do estado e municípios com a finalidade de evitar a proliferação do zika vírus, chikungunya e dengue.

Os trabalhos foram coordenados por um grupamento do Corpo de Bombeiros procedente de Planaltina de Goiás, a qual esteve acompanhando por alguns dias as equipes na execução das tarefas programadas para o período.

Participaram desta empreitada a Prefeitura de Campos Belos, Regional de Saúde Nordeste (1), Funasa, Agentes de Endemias e Agentes Comunitários de Saúde.

O estado contribuiu com a chamada Patrulha Temporária, a qual é composta por dez caminhões e duas pás carregadeiras, e tem como função de remover entulhos e recolher materiais retirados dos quintais das residências.

Por cerca de trinta dias oito equipes compostas por cinco a seis pessoas visitaram a maioria das casas fiscalizando e orientado moradores a retirarem de seus lotes materiais desnecessários ou em desuso.

Foi visível o resultado, centenas de moradores empilharam em suas portas todo tipo de objeto, desde geladeiras velhas, tanquinhos, carrinhos de mão, latas, madeiras e outros tipos de recipientes que acumulavam água nos terrenos.

Segundo informações oficiais, a segunda etapa está prevista para acontecer dia 19 de fevereiro e deverá ser intensificada até o mês de junho, quando encerra o período chuvoso.

Bela iniciativa dos órgão envolvidos, porém, de nada vai adiantar se não houver uma forte participação da população na continuidade dos trabalhos, não adianta os Agentes de Saúde vistoriarem as residências se ao afastarem os moradores não derem sequência aos ensinamentos.

O mosquito da dengue tem pouca autonomia de voo, ele atua em um raio de cem a trezentos metros do criadouro, portanto, aquele que aparece em sua residência pode estar sendo criado dentro do seu terreiro ou do seu vizinho, por isto é necessário uma integração de toda vizinhança no combate a este inseto tão indesejável.

Lembre-se que a saúde de sua família está em suas mãos, ao menos duas vezes na semana faça uma rápida vistoria, verifique bebedouros de animais, calhas, vasos de plantas, e todo objeto que possa acumular água, “o mosquito da dengue pode matar, por isto ele não deve nascer” faça a sua parte, a vida agradece.

Parabéns a todos os participantes desta força tarefa, este blog acompanhou parte dos trabalhos e pode presenciar o entusiasmos dos agentes, cada um é consciente da responsabilidade que têm nesta tarefa, é um trabalho muito importante e tem como objetivo principal salvar vidas.


5 comentários:

  1. Boa noite!
    Na teoria é um trabalho muito bonito,na pratica deixou muito a desejar. Sim pediram para retirar dos quintais entulhos e reservatórios, na residência da minha Mãe foram retirados vários, no entanto não recolheram, e há mais de dez dias estão lá ajuntando água e "embelezando" ainda mais a cidade.
    Observação: Moramos no centro da cidade.
    Lamentável!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E péssimo mesmo o trabalho desses agentes de endemias.comigo aconteceu o mesmo.

      Excluir
  2. SOBRE A COLETA NÃO AOS AGENTES MAS SIM AO TRABALHO DE COLETA DE LIXO DO MUNICÍPIO. O PESSOAL DE COLETA DE LIXO QUE ACOMPANHARÃO AS ATIVIDADES ATE HOJE NÃO RECOLHERÃO TUDO.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite!
    Não sou morador desta cidade, mas o conheço muito bem; Minha sogra e da cidade e sempre que posso estou ai. Hoje vim defender os agentes de endemias pós fizeram um ótimo trabalho, prova disso que você mesmo falou que na frente da casa da sua mãe está cheio de lixo e entulhos, pois esse e o deve do agente, orientar e não cata seu lixo. Eu estava na cidade e fui muito bem orientado, não só eu como todos da casa; Então senhores a culpa não e dos agentes e sim dos responsáveis pela coleta e até mesmo sua por deixar juntar tanto lixo no seu quintal... Parabéns a todos pelo belo trabalho

    ResponderExcluir
  4. Qual é a participação do estado de Goiás? sabe apenas cobrar dos municíios e não possui profissionais da área ´para ajudar. Não tem vigilância santitaria na Região do Estado. Antes só sabia cobrar os alvarás, agora ficam o dia inteiros nos ar condicionado e mandando a gente trabalhar. qual a finalidade da regional no município, não tem voz ativa alí o nível médio ganha mais que 3.000,oo por mês enquanto os Agente de endemias e agentes de saúde ganham um salário mínimo. se não fosse o corpo de bombeiros para ajudar, abaixo de sol e chuva devem é parabenizar os serviços dos agentes e não ficar criticando sem conhecer a causa.

    ResponderExcluir