Banner 1

Banner 1

sábado, 30 de janeiro de 2016

Monitoramento eletrônico ajuda a acabar com 27 mil focos da dengue em 12 cidades de Goiás, entre elas Campos Belos e Alvorada


Um trabalho de monitoramento em tempo real do trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti já eliminou 27 mil focos de água parada em um mês, em Goiás. 

Com esse sistema, montado pela Secretaria Estadual de Saúde, é possível acompanhar como estão as visitas feitas pelos agentes sanitários, marcar os imóveis que estão fechados e quais as principais áreas de infestação. 

Para auxiliar ainda mais o trabalho, máquinas pesadas serão usadas para ajudar na limpeza urbana, diminuindo ainda mais a incidência da doença.

Dados da Secretaria de Saúde mostram que até esta sexta-feira (29), foram visitados 928 mil imóveis. 

Destes, mais de 220 mil estava fechados e não foi possível fazer o controle dos focos do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. 

Nos locais em que os agentes não conseguem entrar, é deixado um bilhete com um telefone para que o proprietário agende uma visita. Ao todo, 4% das casas em todo estado têm algum foco do Aedes aegypti.

A partir dessas informações, a secretaria identificou os locais com maior índice de infestação. Essas cidades vão começar a receber ajuda de máquinas pesadas para reforçar os mutirões de limpeza.

Esse reforço começará a trabalhar a partir de 1º de fevereiro. “Já entrarão em ação 12 patrulhas em 12 municípios e o principal critério de escolher esses municípios inicialmente foi o grau de infestação. 

Nós temos municípios com 10% domicílios com criadouros do Aedes aegypti”, disse o secretário de Saúde, Leonardo Vilela.

Os primeiros municípios a receber o reforço na limpeza são Acreúna, Alvorada do Norte, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Campos Belos, Itumbiara, Itapuranga, Palmeiras, Piranhas, Minaçu, Santo Antônio do Descoberto e Silvânia. 

Serão disponibilizados 60 caminhões, 12 motoniveladoras, 12 escavadeiras hidráulicas, 12 pás carregadeiras, 12 carros e quatro caminhões prancha.

Veja Matéria de TV

Nenhum comentário:

Postar um comentário