Banner 1

Banner 1

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Criança de 3 anos morre durante acidente na curva das Tabocas, em Monte Alegre de Goiás




Uma criança de três anos de idade morreu nesta terça-feria (5), em Monte Alegre de Goiás, vítima de uma batida frontal entre dois carros de passeio, na GO-118, no nordeste de Goiás. 

O acidente ocorreu na entrada de Monte Alegre de Goiás, numa localidade conhecida como curva das tabocas, por volta das 10 horas da manhã. 

Um veículo ford branco seguia no sentido Brasília/Campos Belos e, ao que tudo indica, o motorista não conseguiu fazer a curva e entrou direto. 

No sentido contrário da rodovia, seguia um Cross Fox, com placas de Formosa (GO), que foi atingindo em cheio na sua mão. 

Pessoas de ambos os veículos ficaram feridas com a batida. Uma criança de 3 anos, que estava dentro do Cross Fox, não resistiu aos ferimentos e morreu. 

Este é mais um acidente fatal ocorrido nesta rodovia e que dilacera mais uma família goiana. 

Pessoas da comunidade de Monte Alegre de Goiás informaram que os acidentes na curva das tabocas são uma constante e que faltam placas vermelhas para indicar a periculosidade da curva e também redutores de velocidades.  

Se nada for feito pela Agetop e gestores do estado, dizem os moradores, mais vidas serão ceifadas nesta perigosa curva da GO-118. 






Um comentário:

  1. Monte Alegre de Goiás
    Cemitério: Lugar de descanso mortal ou depósito de indigente?


    É preocupante a situação em Monte Alegre de Goiás. Sabe-se da burocracia para a liberação da construção para um novo cemitério, só que é preferível ver restos mortais serem amontoados, sem sequer levar em consideração os sentimentos da família. Já aumentado por duas vezes o terreno do cemitério no centro da cidade, a moda agora é abrir uma vala com uma retroescavadeira com uma profundidade um tanto assustadora e enterrarem os corpos, uns sobre os outros sendo parentes ou não. Após atingir o topo do buraco é feita a finalização com terra e os familiares sequer sabem onde estão os corpos, sem direito de colocar uma cruz como identificação, colocar uma vela e muito menos fazer uma visita decente. Isso é uma vergonha e uma falta de respeito para com as famílias Montealegrenses. É preciso divulgar para que algo seja feito, já que sozinhos não temos forças. Esta é uma denúncia verídica e precisa ser vistoriada, estamos à mercê de políticos que apenas se preocupam consigo mesmos. Em relação a tudo isso, fica um sentimento de revolta. Pedimos Socorro!

    ResponderExcluir