Banner 1

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Sem piedade: apesar dos protestos de todo o mundo, Japão volta a matar baleias na Antártica



Por Jefferson Victor,

Depois de um ano da proibição pelo Tribunal Internacional de Justiça, o famigerado governo japonês autorizou a matança de baleias, sobre o pretexto de que estão fazendo pesquisas cientificas para controle da espécie, uma triste notícia que está sendo veiculada em todo o mundo.

Os navios baleeiros já se deslocaram para a Antártica, onde permanecerão até o mês de março de 2016, e a previsão inicial é que abaterão nos próximos 12 anos 3.996 animais, uma média de 333 animais por ano, os quais terão a carne distribuída em restaurantes japoneses por cerca de R$ 200,00 o quilo.

A operação inclui um barco principal e outros três auxiliares. São 160 marinheiros escalados para cometerem esta atrocidade contra uma espécie que está na lista dos animais em extinção.

A própria ONU reconheceu que a captura de baleias pelo Japão tem fins comerciais e não cientifico, como anuncia o governo japonês. O intrigante nisto tudo é que não mudam de ideia, mesmo sobre protesto de toda comunidade internacional.

É uma selvageria, um desrespeito às leis internacionais, é uma verdadeira carnificina o que fazem, matam sem critério, até mesmo as mães amamentando se estiverem na rota desses sanguinários são sacrificadas, deixando o filhote à deriva, virando alvo de predadores, já que ficam desorientados e muitas vezes morrem até mesmo de fome.

As ONGS que defendem esses animais estão sempre em confronto com os navios japoneses, porém, não conseguem conter a matança, muitas vezes só conseguem registrar a ação dos pescadores e divulgam imagens chocantes para o mundo todo na esperança que isto um dia possa acabar.

As baleias estão sempre em movimento, mudam de continente regularmente para reprodução, no Brasil, o berçário é o Santuário de Abrolhos, um local preservado pelo governo brasileiro, lá esses mamíferos são protegidos e viram atração turística.

O povo japonês está dividido com o retorno da atividade, há os que são contra, mas também existem muitos que prezam pela tradição do consumo da carne da baleia e apoiam integralmente a atitude do governo.

O Japão por ser uma ilha, é o país que mais recicla lixo no mundo, deram um show de preocupação com o meio ambiente ao coletarem lixo nos estádios durante a copa realizada no Brasil, mas de que adianta tudo isto se dão mal exemplo de preservação com esta atividade perversa?

A Rede Globo deu um mal exemplo ao exibir a matéria no Jornal Hoje desta terça-feira (08), o repórter que fez a matéria degustou a iguaria, esperava-se dele uma atitude de protesto, e não uma adesão a este ato insano.

Um comentário:

Anônimo disse...

enquanto isto no brasil nossos governantes vão matando a classe pobre.