Banner 1

domingo, 13 de dezembro de 2015

Para pensar II: a crise a espera da violência


"Estamos sujeitos a uma repentina explosão de violência só imprevista porque ninguém quer pensar nela. 

Assim também, só para os que querem surpreender-se é inesperável um estouro urbano de violência política. Os ânimos estão prontos."

Janio de Freitas

Nenhum comentário: