Banner 1

Banner 1

domingo, 6 de dezembro de 2015

Gravíssimo: em Arraias (TO), homem de família rica e tradicional é acusado de estupro. Justiça já expediu mandado de prisão


Um homem que pertencente a uma família rica e tradicional em Arraias, linhagem de fazendeiros e políticos, está sendo acusado de abusar e estuprar uma menina, que na época tinha 11 anos de idade. 

O caso foi revelado pelo site local A1 notícias, que recebeu um longa carta da mãe da menina, que hoje tem entre 15 e 16 anos. 

"Trata-se de um caso de estupro de vulnerável de uma menina pobre, menor de idade que morava na casa da irmã do acusado, de favor", revela a publicação.

O caso foi descoberto na escola da criança, que notou o comportamento anormal. O homem dopava a menina antes do abuso e depois passou a ameaçar de morte. Ela ficou grávida duas vezes e foi obrigada a tomar remédios. 

A mãe é analfabeta e não sabe ler. Quem escreveu a carta, em nome da mãe, foi a própria menina violentada. 

A riqueza de detalhes é impressionante e demonstra a dramaticidade deste chocante ato de violência sexual. 

O site diz que as circunstâncias como tudo aconteceu foi o que mais revoltou as pouquíssimas pessoas que ficaram sabendo e revoltará as muitas que saberão a partir desse relato sobre um estupro de vulnerável acontecido durante dois anos, sem que ninguém descobrisse.

Ao tomar conhecimento da carta, este blogueiro procurou uma fonte dentro do judiciário do Tocantins, que confirmou a veracidade do caso, que a justiça do estado já expediu um mandado de prisão e que o homem está foragido. 

A seguir vou publicar a íntegra da carta feita pela mãe da menina e dirigida ao site A1 notícias.  

Por prudência, quando a mãe citar o nome do acusado, irei apenas indicar as letras iniciais, já que tudo ainda está em fase de Inquérito Policial.

Há também a foto do homem remetida com a carta. Por prudência, vou aguardar que a delegacia da polícia civil nos envie a fotografia do homem procurado. 

Esperamos um posicionamento urgente da Delegacia da cidade de Arraias (TO) sobre o andamento das investigações, divulgação da fotografia do acusado e do andamento do cumprimento do mandado de prisão.

A comunidade exige ampla publicidade do caso (obviamente com o resguardo da imagem da menor), principalmente do andamento das investigações. 

Carta de Marlene, mãe da menina:

"Caro amigo dono desse site! Venho por meio deste esclarecer e pedir a sua ajuda para que possa divulgar o que aconteceu com a minha filha, pois o medo que tenho é que, pelo fato de sermos pobres e o malandro ser rico e de família que tem nome, tudo acabe sem solução. 

Digo isso porque acabo de chegar de Goiânia onde estava com minha outra filha em tratamento e depois de todo esse tempo, quase três meses depois da denúncia, ainda não prenderam o crápula e nem satisfação me deram sobre o que está acontecendo, pelo que parece ele só vai ser preso se aparecer. 

Sou analfabeta, mas sei que a justiça precisa ir atrás de bandidos como ele.

O caso aconteceu da seguinte forma: Eu, em um ato que achava fazer o melhor para a minha filha, deixei que ela fosse morar na casa de uma pessoa de classe melhor do que a minha, pensava que lá ela teria mais oportunidades. 

Lá ela estudava e ajudava nos afazeres de casa, ganhava 200 reais e mais algumas coisas como roupas e tal. Eu jamais poderia imaginar que o irmão dessa mulher, P.F, conhecido como P. de A., cometeria tamanho absurdo, abusar de uma criança de apenas 11 anos.

Depois de algum tempo que ela estava morando com essa mulher eu percebi, senhor blogueiro, que a minha filha estava diferente. 

Ela estava quieta, não brincava, o corpo estava mudando muito rápido, mais do que sua irmã mais velha, os seios cresceram e depois diminuíram, enfim.

Perguntei para ela várias vezes e ela sempre disse que não estava acontecendo nada, que estava tudo bom.

Eu só descobri tudo o que ele estava fazendo com a minha filha depois que em uma ação sobre conscientização na escola onde ela estuda, ela teve a coragem de contar para a professora. 

Nesse dia eu recebi uma ligação da escola avisando que a minha filha estava sendo abusada sexualmente por esse canalha e que ela estava na escola desesperada e chorando muito por não ter tido coragem de contar, porque ele ameaçou a menina.

Descobri isso no dia 02 de setembro e imediatante, no dia seguinte fiz a denúncia contra esse homem, e foi aí, durante o depoimento de minha filha que eu realmente ouvi tudo o que acontecia naquela casa. 

Por várias vezes tive vontade de sair da sala gritando de tanta dor e revolta, mas me contive, pois sou mãe solteira e minhas filhas só tem a mim, tive que aguentar.

Minha filha então contou que por inúmeras vezes quando ela estava bebendo água, deixava o copo e saia e depois voltava para tomar o restante, imediatamente sentia muito sono e apagava, sem saber ao certo por quanto tempo dormia e era nesse momento em que P.F fazia o que queria e o que não queria com a minha filha.

Ele dopava minha filha no início para abusar dela, contudo depois de algum tempo ele já não usava mais esse método, mas passou a ameaçar a minha filha dizendo que se ela contasse ele me mataria, isso fez com que ela tivesse medo de me contar tudo.

Ela também contou que desde os 11 anos que era abusada pelo acusado e o caso continuo acontecendo por mais ou menos dois anos. Nesse período minha filha diz que engravidou duas vezes de P.F e que ele teria comprado remédio e dado para ela abortar, como de fato aconteceu.

Depois de tudo isso minha vida e só cuidar da menina, que graças a Deus, quem salvou a sua vida, agora está melhor fisicamente, mas já sofri demais nesses últimos meses. 

Assim que descobrimos ela estava doente, coisas que nem vou citar aqui, mas coisas sérias e até esteve internada no hospital de Arraias e logo mais ela precisa voltar para repetir todos os exames que ela já fez, isso é o que me revolta. 

Eu e minha filha, vítimas, estamos nesse sofrimento todo enquanto o bandido continua solto do jeito que ele quer. 

Isso não é justo com um ser humano, quer dizer, só porque ele é rico, ele não será procurado"?

Passei e estou passando por inúmeras dificuldades e em nenhum momento a família dele veio até nós para saber da situação.

A minha filha estava na casa da irmã dele, ela era responsável por ela e nem satisfação, um pedido de desculpas, sei lá, qualquer palavra que fosse por parte deles não houve. 

Abusaram da minha filha, jogaram-na fora e se quer deram as caras para explicar algo, não que eu estivesse preocupada com isso.

Mas seria o que eles tinham que fazer, principalmente a que era responsável por minha filha, que disse que não sabia de nada que acontecia dentro da sua própria casa.

Estou expondo a minha situação e da minha filha aqui para pedir justiça e pedir a todos as pessoas de bem, as mães e pais de família que me apoiem nesse momento, porque o medo que tenho é que isso caia no esquecimento.

Assim como eu falei para o promotor que esse caso foi descoberto e denunciado, mas, com certeza, esse não era o primeiro. 

E eu exijo que a justiça seja feita, que a polícia, procure e prenda esse bandido que por pouco não mata a minha filha. 

Como disse, não sei nem escrever e essas palavras foram escritas por minha filha.

Mas se quer vi em algum lugar a divulgação da foto desse cara como procurado pela justiça, sou leiga e não estou aqui para questionar a justiça, mas a justiça não deveria divulgar a foto dele para que se alguém o ver denunciar? 

Quer dizer, somente agora, depois dessa divulgação é que muitos saberão de fato do que aconteceu.

Essa é a foto desse crápula que precisa ser preso para pagar pelo crime que cometeu e para isso conto com a ajuda de todos vocês. 

Se souberem de alguma informação, por favor, denuncie a justiça”. (Marlene, mãe da menina que foi abusada).

28 comentários:

  1. Um homem desse merece ir pra cadeia e avisa os bandidos que ele é uma estripador, para que faça com ele pior que fez com a menina. por que esse família rica acha que pode sair abusando de meninas menores e de família podres. E se essa caso não for resolvido, vou ver isso com uma arraias que não tem nenhum tipo de reconhecimento pelos seus cidadãos, pela as pessoas podres, humildades. Que arraiais e constituído pelos os ricos, os fazenderos. Vou acha que os policiais, o delegado, o juiz, só tem nome. Que não tem autoridade pra prender um nojento desse. Que Deus a conforte essa garota e sua mãe, que Deus der tudo que elas precisam e que a sociedade ajuda, que apóia essa causa. Estou com ela e não abro mão, esse homem tinha é que leva uma corça dos povo de arraias. #vaipracadeia

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus que absurdo ! Arraias e uma caixinha de surpresa !!
    só não foi preso porque e rico !não vou divulgar meu nome porque sou conhecida
    mais um disgramado desse merece e morrer não ir pra cadeia !!
    fez isso ,mais não se lembra que tem uma filha

    ResponderExcluir
  3. Esse vagabundo deve pagar cadeia nele mais o que estou vendo e que não tem justiça força deus vai te abençoa também sou mae

    ResponderExcluir
  4. Se cair na cadeia,vai virar mulherzinha de presidiario,Dinomar quando tiver a foto divulga,ai.Vamos colocar nas redes sociais e compartilhar,para que esse bandido seja encontrado.

    ResponderExcluir
  5. COLOCA O NOME DO CARA AI!!!

    ResponderExcluir
  6. Vagabundo, merece passar por tudo que fez essa menina passar... #CadeiaJá

    ResponderExcluir
  7. Fdp tem que paga pelo que fez ir pra prisão e ser abusado tbém.

    ResponderExcluir
  8. Força mãe e filha ele vai pagar

    ResponderExcluir
  9. Que exagero, dizer que era dopada! Acredito que houve abuso de menor, sim. Mas esta parte da história de que a menina deixava copos de água e depois voltava...coisa de filme, muita força de barra!
    Independente disso, ele tem que pagar por abuso de menor, tenha,a menina consentido ou não.

    ResponderExcluir
  10. Entendi. Quando ele via que a menina iria tomar água, mandava ela ir arrumar alguma coisa e enquanto isso, colocava remédio na bebida dela.

    ResponderExcluir
  11. Engraçado a imparcialidade da imprensa: se fosse um pobre lascado tinha a foto e o nome estampado. Mas como o cara é influente tem que preservar a investigação...

    ResponderExcluir
  12. O cara errou sim.. Nao conheço ele, mais merecemos segunda chance! Vc falam demais. Meu deus.. A meda ja esta feita.. Ate Dilma ta com perigo de ir pra cadeia.. Vcs vem falar desse cara ai que nao vai pq tem dinheiro, ACORDA MEU POVO. VVÃO TRABALHAR.deixa a justiça fazer seu papel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa Dilma em Paz! Tarado é tarado!

      Excluir
  13. Ponhe o nome do cara ai pô.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Muitos estão jugando a história Ta muito mal contada por que tem mentiras envolvida,, começando pela doença que ela está ela já está com sintomas e esposa do acusado deveria estár até onde eu sei ela não está com a doença se isso for verdade porque ela não contou pra mãe dela o que acontecia e outra a mãe não está preocupada nada ela deveria preserva a vida d filha e não divulga nà net,,, bom eu penso assim que a verdade venha a tona!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta ignorancia, se fosse mentira o cara não tinha fugido

      Excluir
  16. Lamentável isso. mas tem muitos casos desses assim por aqui.. e infelizmente a vi timia se cala por medo né. Ele e bastante conhecido, e acho que deveria postar a foto desse VAGABUNDO. engraçado e ele tem uma filha da mesma idade, será que nao pensa não. Que Deus dá o castigo que bem merece.. #CadeiaJá #MOSTRAFOTO

    ResponderExcluir
  17. Pela as inicias e família tradicional,( P, F ) dá pra saber quem é.

    ResponderExcluir
  18. Bom dia a todos! Lamentável!!!! Em pleno seculo vinte e um, Arraias ainda não mudou nada. Os tragedias de violência contra a mulher ainda continua e com crianças também. Se fosse um pobre, a sua foto estava exposta e estava preso desde do acontecimento. Menina negra, de família pobre foi calada pela família e pela justiça arraiana. O que ficou nesta criança, hoje adolescente, a frustração, psicologicamente e emocionalmente abalada com sequelas de medo , pavor, com a sensação de indefesa, de um ser ignorado, excluído e sufocado. Essa criança, foi violentada por duas vezes: primeiro brutalmente por um homem de mal caráter. segundo pela justiça.
    O que nos leva o descredito na justiça arraiana, o rico não vai pra cadeia. Que justiça é essa, que se diz pra todos? Queremos vê-lo na cadeia. É um grito popular.

    ResponderExcluir
  19. Muito triste essa história, e mais triste ainda ver a impunidade. Vocês já pararam pra pensar a grande quantidade de suicídios que têm em Arraias? Já pararam pra pensar que a maioria desses suicídios PODEM SER em decorrência das violências (Sexuais ou não) sofridas em casa, na escola...E ao perceberem que não podem fazer nada comete essa atrocidade, por medo? Vamos cuidar mais das nossas crianças!! Mães, abrem o olho, observem mais... Conversem mais com seus filhos, netos, sobrinhos... Vamos protegê-los, eles são apenas crianças indefesas, vamos evitar que cresçam com traumas que podemos, de alguma forma, evitar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até porque se for pra justiça ,os renomados ficam impunes. O que nos trás a sensação de indefeso. Arraias desde sua história carrega essa brutal violência infantil. E ainda um juiz nãofaz o seu papel? Até onde vamos chegar? Com essas impunidades? Caro colega, Eu não acredito na justiça arraia na mais. Isso tem que ser levado pra primeira INSTÂNCIA OU PRA MÍDIA.

      Excluir
  20. Que a justiça seja feita é o autor do ato seja punido conforme a lei. Que Deus der força aos familiares em especial essa garota que a justiça proteja essa menina pq já sofreu demais. Justiça

    ResponderExcluir
  21. A minha raiva é que tem gente que defendem vagabundo, crápulas,covarde e monstro como esse, rezem para que um dia nunca passem o que essa criança e essa mãe estão passando.
    Se fosse um pobre lascado já tava preso de brincar até morto, mas como não é a história é bem diferente, chega de tanta impunidade fico indignada com tal situação do nosso país.

    ResponderExcluir
  22. Sou parente da vítima, não somos tão próxima como deveria, mas sou parente . É repugnante esse acontecimento, uma pessoal fazer tal maldade com uma criança. O que uma criança de 11 anos sabe sobre sexo?não querendo dizer que as pessoas que sabem deve ser sovada a tal fato. Hj a crianças que sabem ss algumas coisas, pois as coisas mudam e a curiosidade instiga cada vez mais elas, porém não justifica, esse MOSTRO MERECE CADEIA. O que mais me doi e saber que algo tão banal, esta caindo no esquecimento e v pessoas falando atrocidades de que há mentiras, pode haver ss, porém se não fosse verdade o P.F, super conhecido na cidade não teria fugido a tanto tempo sem voltar pra ficar com sua esposa e sua filha. Mas o que mais me doi e v que a justiça poderia ter feito muito pra reverter essa situação, apesar de não ter acesso os inquéritos sobre o caso, parece que a mesma não fez ou não está fazendo nada. Lamentável essa situação, a cidade de Arraias grita por socorro, por Justiça, em pleno século XXI, os ricos ainda mandam na justiça arraiana.

    ResponderExcluir
  23. Fico impressionada em ver que ainda tem gente que defende esse tipo de monstro. E ainda culpam a menina. Era só uma criança. Meu Deus!!!!! 11 anos!!!!! Que discernimento tem uma criança??? Já vi muitos serem presos por menos mas pq eram pobres. Um bandido sem escrúpulos como esse sorri na cara da gente pois pode fazer o que quiser que ficará impune. Que vergonha.

    ResponderExcluir
  24. Grito popular!!!! Arraias, cidade histórica com traços de uma cultura tradicional. Mas, que cultura? Que história? Cultura essa onde os renomados ricos pegam crianças , filhos ou filhas dos vaqueiros pra criarem em suas casas e são violentadas em todos os tipos violência. História essa, onde as mulheres e crianças são violentadas psicologicamente, brutalmente física ( estupradas) e emocionalmente. Uma justiça que silencia o pobre pela suas ações impunes. A criança indefesa com sua família humilhada, foram humilhados e violentados por duas vezes. A primeira pelo patrão e a segunda pela justiça! Sociedade calada assistindo no camarote. Se fosse um pobre ou forasteiro, (não filho de Arraias), já estavam presos. O pior da história de Arraias é que tem pessoas da sociedade fluentes na justiça. Onde a maioria dos agressores procuram eles pra influenciar no caso. Isso nos deixa indignados! Queremos justiça!!! Precisa - se da intervenção da polícia federal e que não seja filho de Arraias. Só assim as demandas silenciadas vão ser retomadas. É um grito popular !!!!!! Polícia Federal!!!!! Justiça Federal !!!!! Pedimos socorro!!!!

    ResponderExcluir