Banner 1

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Desocupação da fazenda Cerrado



Por Crispim Santos, 

Acompanho com muita preocupação os desdobramentos em São João da Aliança. 

A fazenda ocupada pela FNL pertence a um conhecido e condenado político paranaense, e é fruto do roubo de dinheiro público. 

Quero aqui deixar minha solidariedade aos amigos Hugo Zaidan, Maria da Paz e outros que estão nessa luta para que essas fazendas possam ser destinadas a Reforma Agrária.

4 comentários:

Anônimo disse...

Não sei quem é o dono da fazenda, mas sera que ele foi condenado por comprar essas terras com dinheiro roubado???? Se não foi, é calunia, cuidado em dinomar, você pode ser cúmplice de um crime de calunia, quem divulga, tbm comete crime, pois concorre por ajudar a divulgar.

Dinomar Miranda disse...

Prezado Anônimo.

Todas as minhas publicações são checadas e revisadas.

Antes de fazer qualquer comentário, pesquise antes de sair acusando.


É muito fácil se esconder atrás do anonimato e ainda falar impropriedades.

Leia a matéria deste link e confira.

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2015/06/07/internas_polbraeco,485802/pm-desfaz-invasao-em-fazenda-de-reu-condenado-no-parana.shtml

Anônimo disse...

Olha, eu até acho uma falha no sistema brasileiro, possibilitando os políticos e empresários a lavarem tanto dinheiro. Só decidir fazer este comentário, depois que eu lê um comentário seu, dando apoio ao movimento dos sem-terras. Talvez você não entenda, mas eu sou produtor rural, convivo com esse tipo de situação, não pessoalmente, mas perto. Eu vejo os dois lados, e felizmente na maioria das vezes os produtores rurais tem a razão. Por mais rico que um individuo possa ser, isso não da direito de pessoas invadirem uma propriedade privada e querer ganha a terra no ´´grito´´. Olha mesmo que uma pessoa seja corrupta, quem deve trancar os bens e tomar as medidas necessárias é o poder judiciário. E convenhamos, é fácil demais pega uma propriedade dos outros e tomar posse pra se, trabalhar para adquirir os sem terras não quer não ne , mas entrar dentro das propriedades dos outros fazendo atrocidades eles querem. Creio que você deve questiona que os corruptos roubam para adquirir as propriedades rurais, respondendo a isso, mesmo que o fazendeiro seja o mais corrupto possível, quem deve lidar e agir com ele é o poder judiciário, e não essas pessoas atoas, que não trabalham duro na vida e querem conseguir as coisas faceis.

Anônimo disse...

Olha, eu até acho uma falha no sistema brasileiro, possibilitando os políticos e empresários a lavarem tanto dinheiro. Só decidir fazer este comentário, depois que eu lê um comentário seu, dando apoio ao movimento dos sem-terras. Talvez você não entenda, mas eu sou produtor rural, convivo com esse tipo de situação, não pessoalmente, mas perto. Eu vejo os dois lados, e felizmente na maioria das vezes os produtores rurais tem a razão. Por mais rico que um individuo possa ser, isso não da direito de pessoas invadirem uma propriedade privada e querer ganha a terra no ´´grito´´. Olha mesmo que uma pessoa seja corrupta, quem deve trancar os bens e tomar as medidas necessárias é o poder judiciário. E convenhamos, é fácil demais pega uma propriedade dos outros e tomar posse pra se, trabalhar para adquirir os sem terras não quer não ne , mas entrar dentro das propriedades dos outros fazendo atrocidades eles querem. Creio que você deve questiona que os corruptos roubam para adquirir as propriedades rurais, respondendo a isso, mesmo que o fazendeiro seja o mais corrupto possível, quem deve lidar e agir com ele é o poder judiciário, e não essas pessoas atoas, que não trabalham duro na vida e querem conseguir as coisas faceis.