Banner 1

Banner 1

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Ano novo vem aí: “Tomara que esses hômi graúdo larga dessas estripulia”




"Minha caneta é a enxada na saroba”. 

Assim, com uma metáfora digna de poesia, Geraldinho Nogueira revelava-se analfabeto. 

Apesar da falta de estudo formal, o homem criado na roça de Bela Vista de Goiás, graças à narrativa plena de simplicidade, ganhou fama como um dos maiores contadores de causos do Estado. 

Foi pesquisado por estudiosos da Literatura. 

Ao morrer, em dezembro de 1993, tinha turnê marcada para teatros do Brasil inteiro.

Após 22 anos sem Geraldinho, cabe relembrar a mensagem gravada por ele para receber o distante ano de 1987. 

A campanha criada e produzida pela Stylus Propaganda para a Caixego (Caixa Econômica do Estado de Goiás), no compasso das frases de Geraldinho, impressiona pela atualidade. 

Afinal, quem não quer que os "hômi graúdo larguem esta estripulia” e "uns cobrinho farturento" para 2016?

Vale a pena ouvir de novo, portanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário