Banner 1

sábado, 28 de novembro de 2015

Delegado e perito: Polícia Federal terá concursos com salários de até R$ 17.203,85




O concurso previsto para os cargos de delegado e perito anunciado em março pela Polícia Federal não deve ser afetado pelos cortes do Governo Federal. 

Como já aconteceu em suspensão de concursos passados, órgãos de segurança pública, saúde e educação ficaram isentos das medidas fiscais para reajuste das contas públicas.

A informação do Ministério do Planejamento de que, mesmo com a suspensão anunciada, pode autorizar a realização de concursos em regime de exceção reforçou a esperança de que seleções aguardadas por milhares de concurseiros possam se concretizar em 2016.

A previsão é que sejam oferecidas 558 oportunidades, sendo 491 para Delegado e 67 para Perito. Para concorrer ao cargo de Perito é necessário possuir curso de nível superior em áreas específicas e para Delegado, superior em direito, com pelo menos três anos de atividade jurídica ou policial, comprovados na data da posse.

As remunerações iniciais para estas carreiras, atualmente, são de R$ 17.203,85, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. 

De acordo com o decreto 8.326, publicado pela presidenta Dilma Rousseff, a realização de concursos para as carreiras policiais não depende mais de autorização por parte do Ministério do Planejamento, podendo ocorrer assim que constatada a necessidade de pelo menos 5% do total de servidores.

Assim como no último concurso da Polícia Federal para estes cargos, o preenchimento das vagas será prioritariamente nos postos de fronteira e nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima, permitindo a remoção de servidores que já atuam nestas localidades.

Obedecida estas condições, o preenchimento também pode ser feito em todos os estados, de acordo com as necessidades. 

As provas costumam ser aplicadas em todas as capitais e no Distrito Federal, exceto o exame oral, que ocorre somente em Brasília (DF).

Se você está se preparando para este concurso e quer aprender como se planejar e como montar uma eficiente estratégia para a sua aprovação, o Defensor Público Gerson Aragão está disponibilizando gratuitamente para download o seu livro de técnicas e estratégias para concursos. 

Fonte: JusBrasil

3 comentários:

Anônimo disse...

Um país onde a população ganha em media 3 mil reais, paga salários de funcionários públicos com um valor desses, parece piada, não acompanha a realidade do país, é imoral, a maior parte da carga tributaria é paga pelos mais pobres, o governo gasta hoje 24,5 bilhões com a aposentadoria de 300 mil militares aposentados, para se ter uma ideia, o governo gasta 24 bilhões com o bolsa família, mas são 13 milhões de famílias, bem mais que os 300 mil folgados, sustentados por um povo pobre, isso vai estourar uma hora, vai chegar um momento em que as contas não mais se fecharão, a prova disso são os funcionários do Judiciário(os mais caros do mundo), chegou um ponto, em que qualquer correção salarial da classe, gera bilhões em despesas para um governo que já esta endividado, o povo não pode aceitar esse tipo de coisa, quem quer ficar rico, que abra sua empresa, gerando empregos e tributos para o país, não é justo criar uma casta de favorecidos com o dinheiro de um povo pobre e sofrido, não interessa quanto tempo se estuda para passar, funcionário publico não gera riquezas, é imoral um salario desses, e quem pensa o contrario, é porque também deseja uma boquinha nas tetas do povo.

Anônimo disse...

É isso ai meu nobre,salários absurdos,enquanto tenho que contentar, com o minimo,e ainda vem com descontos que é para bancar os salários milhonários,de senadores,deputados ministros,e federais.

Anônimo disse...

Apenas estude