Banner 1

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Comunidades Quilombolas: Projeto em busca de conquistas cidadãs em Arraias (TO)

Desfile das Crianças da Comunidade quilombola do Mimoso

Acadêmicos trabalhando a identidade e autoestima das crianças
Conscientização Política e Cidadania é um Projeto de autoria e coordenação da Professora Doutora da Universidade Federal do Tocantins (UFT),  Magda Suely Costa, que vem se estruturando ao longo desses sete anos, junto com os acadêmicos da Pedagogia e professores da UFT. 

A cada ano tem apresentado atividades diversificadas com o objetivo principal de discutir, fomentar temas e questões que envolvam a participação política e cidadã nas instâncias de representação na sociedade. 

Para tanto, ações diferenciadas são planejadas e trabalhadas para e pela conquista dos direitos sociais e políticos dos sujeitos que vivem nessa sociedade. 

As estratégias são abertura de diálogo e da participação nas várias situações de gestão local, estadual e nacional.

Numa retrospectiva, pode-se registrar em 2009, um ciclo de palestras na Escola Apoenan de Abreu Teixeira, no setor do Buritizinho, sacudiu a comunidade e toda a sociedade arraiana com temáticas que envolveram o Poder Judiciário, Ministério Público, as várias Secretarias da Prefeitura municipal, o Banco do Brasil, Saneatins, e o Incra. 

A participação das professoras Gisele Detomazi, Solange do Nascimento, Valdirene de Jesus, Claudemiro Godoy do Nascimento (in Memorian), dos técnicos administrativos Edilene Aguiar, Rosalvo Carvalho, Sandra Evangelista Luiz Paulo Ramalho foram fundamentais.

Em 2010, na escola Estadual Jacy Alves de Barros, várias oficinas denominadas Tendas Comunitárias foram realizadas pelos acadêmicos, professores e colaboradores da sociedade Ulisses de Paula, Bruno Boaventura, da área da saúde e do Ministério Público respectivamente, promovemos sérias discussões no campo dos direitos humanos e da inclusão social.

Alunos da Cana Brava e Lagoa da Pedra 

Na Escola Estadual Zulmira Magalhães na Cana Brava em 2011, as Tendas Comunitárias foram realizadas pelos acadêmicos de Pedagogia para as Comunidades Quilombola da Lagoa da Pedra e do distrito da Cana Brava com os mesmos objetivos.

O projeto trabalhou em 2012 com a temática da conscientização política e o Voto Consciente. 

Acadêmicos do curso de Pedagogia junto com o Tribunal Regional Eleitoral, percorremos todas as escolas estaduais do município de Arraias, Novo Alegre, Combinado e Cana Brava. 

As professoras Gisele Detomazi, Solange do Nascimento e Valdirene de Jesus nos auxiliaram nas palestras, além da contribuição do Juiz Eleitoral na época Márcio Ricardo F. Machado e do Promotor de Justiça João Neumam da Nóbrega.

Em 2013, "O Olhar e o Sentir no Chão do Mimoso" foi a ação do Projeto, direcionada para a Comunidade quilombola do Mimoso. 

Realizou-se várias oficinas na Escola N. Senhora da Conceição com a colaboração das Professoras mestres Alice do Amaral e Professora Doutora Maria Aparecida Matos e da técnica Luana Lombardi.

No local, trabalhou-se a Identidade e autoestima das crianças e jovens da comunidade. 

Também uma noite Cultural na Feira da Comunidade foi realizada, nela os acadêmicos da Pedagogia, professores, coordenadores da Secretaria Municipal de Educação e da Defensoria Pública, com Kênia Martins e equipe, onde foram registradas várias manifestações culturais locais.

Ano passado 2014, o projeto voltou-se para a comunidade do Mimoso, por considerar-se o campo mais apropriado para trabalhar os aspectos sociais e políticos. 

Foi dado continuidade à atividade “O Olhar e o Sentir no Chão do Mimoso” com os acadêmicos e as Professoras Maria Aparecida, Élida Miranda, Helena Aires e equipe da Secretaria de Educação.

Aqui se fez oficinas que focaram não somente na temática da Identidade como nas perspectivas do jovem quilombola. 

Dia 06 e sete de novembro de 2015, com a turma do 4º Período de Pedagogia, representante do Ministério Público, João Paulo Souza, o acadêmico da Matemática Jeferson Dias, desceram a estrada do Sertão do Mimoso para mais uma edição da atividade “O Olhar e o Sentir no Chão do Mimoso”. 

Nela, a realização de dez oficinas  Higiene Bucal, Sexualidade e Prevenção da Gravidez Precoce, ECA, Violência contra a Mulher, Identidade- beleza da Mulher Negra, Direitos Sociais e Políticos e o Valor do Voto, Sabores do Mimoso, Prevenção contra as Drogas, Perspectivas do Jovem Quilombola, Meio Ambiente e Horta) uma manhã de Formação de Professores e uma Noite Cultural constituída de  versos, danças típicas como o Bolé e o Chorado e um desfile da beleza negra onde celebramos e comemoramos o dia da Consciência Negra na Comunidade quilombola do Mimoso.

Novamente a Equipe da Secretaria de Educação Municipal nas pessoas do Secretário de Educação Cleber de Paula e Souza e Silvaneide Ferreira nos prestaram o apoio fundamental por estarmos contribuindo para a Educação do Município arraiano.

Alegria  no reconhecimento dos pais ao verem
as fotos dos filhos na Exposiçã

Nenhum comentário: