Projeto para novo linhão de energia passando por Arraias, Monte Alegre, Divinópolis e São Domingos (GO). Será que acabará com os problemas energéticos da região?





O Nordeste de Goiás e o sudeste do Tocantins vão ser beneficiados com um linhão de transmissão de energia. 

A rede sai do Pará e deságua no estado do Rio de Janeiro, levando energia com uma tensão de Operação 800KV. 

Comprimento total estimado da linha é 2.550 km, largura da faixa de servidão administrativa em torno de 120 m (60 x 60).

Na tarde desta quinta-feira, 08, estiveram em Paraíso do Tocantins, mais precisamente na Prefeitura Municipal, o Analista Ambiental Vinícius da Silva Scott e a Assessora de Comunicação Raquel Margini, da empresa Concremat Ambiental.

Eles foram recebidos pela Diretora ambiental Maria Milhomem, pelo Engenheiro Ambiental Rafael Galvan, pelo Engenheiro Civil Antonio Alencar Leão Neto e pelo Secretário Municipal de Infraestrutura, Obras e Serviços Públicos, Ademir Rêgo.

A intenção dos técnicos da empresa foi fazer  uma pesquisa sócio-econômica no Município de Paraíso do Tocantins, o primeiro a ser visitado no estado do Tocantins, com o intuito de planejamento para a aquisição de Licença Prévia Ambiental para o novo linhão de energia do sistema de Transmissão Xingu-Rio, de responsabilidade da empresa XINGU RIO– Transmissora de Energia S.A.

A Xingu Rio Transmissora de Energia S.A. é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), pertencente a State Grid Brazil Holding S.A, criada para implantar e operar o conjunto de empreendimentos do Leilão ANEEL 007/2015.

A instalação do Sistema de Transmissão Xingu-Rio faz parte de um conjunto de obras necessárias para a expansão do Sistema Integrado Nacional (SIN) de transmissão de energia garantindo e o aumento das capacidades de intercâmbio de energia entre todas as regiões do País.

A linha sai de Anapu PA e vai até Nova Iguaçu RJ

A linha de transmissão sai de Anapu, no Pará, e vai até Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, passando por várias cidades do Tocantins, inclusive Arraias e por Goiás, abrangendo Monte Alegre de Goiás, Divinópolis de Goiás e São Domingos.

Confira as cidades: 


PARÁ
Anapu, Pacajá, Novo Repartimento, Itupiranga, Marabá, Curionópolis, Eldorado dos Carajás.Xinguara, Sapucaia, Rio Maria e Floresta do Araguaia.

TOCANTINS
Arapoema, Bernardo Sayão, Pequizeiro, Itaporã do Tocantins, Guaraí, Fortaleza do Tabocão, Miranorte, Miracema do Tocantins, Barrolândia, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional, Brejinho de Nazaré, Ipueiras, Silvanópolis, Santa Rosa do Tocantins, Chapada da Natividade, Natividade, São Valério, Paranã e Arraias.

GOIÁS
Monte Alegre de Goiás, Divinópolis de Goiás, São Domingos, Guarani de Goiás, Iaciara, Alvorada do Norte, Flores de Goiás, Vila Boa, Formosa e Cabeceiras.

MINAS GERAIS
Cabeceira Grande, Unaí, Paracatu, Vazante, Lagoa Grande, Lagamar, Presidente Olegário, Patos de Minas, Lagoa Formosa, Carmo do Parnaíba, Arapuá, Rio Paranaíba, Matutina, São Gotardo, Santa Rosa da Serra, Córrego Danta, Bambuí, Iguatama, Arcos, Formiga, Candeias, Campo Belo, Santana do Jacaré, Santo Antonio do Amparo, Bom Sucesso, Ibituruna, Itutinga, Carrancas, São Vicente de Minas, Andrelândia, Arantina, Bom Jardim de Minas e Santa Rita do Jacutinga.

RIO DE JANEIRO
Valença, Barra do Piraí, Piraí, Paracambi, Seropédica, Queimados e Nova Iguaçu.

Segundo a empresa, serão abertas 10 frentes de serviços com 250 km cada trecho, sendo que três equipes estão fazendo este levantamento sócio econômico das localidades. 

Com informações do site Surgiu.com

Leia Mais sobre o assunto