Flores de Goiás: fruticultura é citada como exemplo em seminário estadual




Termos de compromisso para a criação do Plano Estadual de Desenvolvimento para a Área de Fruticulturas e para regulamentação da lei que instituiu a Política Estadual de Incentivo do setor foram assinados nesta quarta-feira, dia 7, durante o 1º Encontro Goiano de Fruticultura, na sede da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg).

Representando o governador Marconi Perillo, o vice-governador e secretário de Desenvolvimento, José Eliton, destacou a importância de estabelecer novas diretrizes para fomentar e ampliar as ações da fruticultura em Goiás. 

A carta vai nortear atividades de natureza privada e também do setor público para fomentar e dinamizar o setor.

O evento discutiu temas como avanços tecnológicos na produção de frutas, importância da defesa sanitária na cadeia produtiva e a representatividade do cooperativismo. 

A intenção é desenvolver ainda mais o cultivo em Goiás por meio do conhecimento, tecnologia e extensão. “O produto tem grande aceitação no mercado e colabora diretamente para a saúde e o bem-estar da sociedade”, disse Eliton.

O presidente da Faeg, José Mario Schreiner, agradeceu pela parceria com o setor produtivo. Ele destacou a força da agropecuária para o crescimento do País.

“O setor ajuda o Brasil a não se afundar ainda mais nessa crise”, disse, citando números de que a fruticultura pode ser uma boa oportunidade para pequenos produtores. “Esse seminário será o norte, nosso guia para continuarmos o trabalho em prol dos produtores e da produção desse Estado”, finalizou.

O vice-governador citou importantes projetos criados há anos para o agronegócio, entre eles o de irrigação em Flores de Goiás, e acrescentou que o Governo do Estado busca retomar essas iniciativas para dinamizar a economia de Goiás. 

“Negociamos com o Ministério da Agricultura o retorno dos investimentos no projeto Flores de Goiás. Serão construídos mais de 100 quilômetros de canais irrigação em uma das regiões que tem os melhores solos do Estado”, disse Eliton.

Inova Goiás e APL

Segundo ele, o projeto Inova Goiás também poderá fomentar arranjos produtivos locais com financiamento e investimentos em pesquisas. “Temos o objetivo de transformar Goiás no que mais investe em inovação, preparando este Estado para o futuro”, conclui.

O encontro é promovido pela Faeg e conta com a parceria da Emater e Fapeg, entidades jurisdicionadas a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Inovação (SED) e prossegue até esta quinta-feira, dia 8. 

Durante o evento acontece também o 13º Seminário da Citricultura Goiana com a presença de produtores, palestrantes e estudantes.


Comentários