CAPS de Dianópolis promoveu VII “Parada Louca”. Uma quebra de paradigmas e respeito





Por Lamarck da Luz

O  Centro de Apoio Psicossocial (CAPS) de Dianópolis, no sudeste do Estado, realizou na manhã sexta-feira (16), a 7ª Parada Louca do CAPS com uma caminhada que comemorou o dia mundial da saúde mental, celebrado em 10 de outubro.

Com o tema: “CAPS no País das Maravilhas”, o evento reuniu centenas de pessoas entre, usuários, convidados, profissionais da saúde, escolas e comunidade em geral e todos saíram às ruas fantasiadas, com o objetivo de quebrar paradigmas a respeito da loucura. 

O tema é uma alusão ao filme Alice no País da maravilha, onde cada personagem representa certo tipo de transtorno mental.

O prefeito de Dianópolis, Reges Melo, pintou a cara e se juntou ao público e foi para as ruas. Para ele, eventos como a “Parada Louca” tem grande importância para a conscientização das pessoas. 

Complementou ainda dizendo que “prefeitura e secretarias estão unidas com CAPS e empenhadas para a realização deste que é um dos mais importantes e porque não dizer o mais belo movimento realizado em nosso município, mais uma vez nossa equipe superou, estão de parabéns por mais esta parada”, disse.

O CAPS

O CAPS é um lugar de referência no tratamento de pessoas que sofrem de transtorno mental com objetivo de oferecer atendimento à população em um cuidado intensivo e comunitário realizando acompanhamento clínico, terapêutico e de reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício de cidadania e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.

Em Dianópolis, o CAPS foi inaugurado em dezembro de 2007, funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, e oferece atendimento aos 15 municípios da Região Sudeste. 

Conta com uma equipe multidisciplinar preparada para cuidar, com muito carinho e respeito de todos os que precisarem de atendimento na área mental.

Fotos: Lamarck da Luz




Comentários