Pular para o conteúdo principal

Candidatos reclamam de banca que organizou concurso da prefeitura de Campos Belos. Prova foi neste domingo




Por Renato da Costa Madureira,

Ontem domingo 25/10 teve a prova do concurso para agente de saúde e endemias da prefeitura de Campos Belos. 

Eu participei do certame e após a prova fiquei com aquele sentimento ruim de que as coisas não correram como deveria. 

Na entrada fiscais conferiam se os candidatos não estavam portando itens proibidos como celulares, óculos escuros, brincos... brincos? 

Um pouco de exagero isso ai não? Mas até gostei, sinal que estavam redobrando os cuidados contra fraudes. 

Mas não gostei do fato de não disponibilizarem sacos com lacre para que os candidatos pudessem guardar esses itens como fazem TODAS as bancas que eu já prestei concursos anteriormente. 

Era para cortar custos e aumentar os lucros da empresa?! 

Ok, entrei e depois de algum tempo deu-se início à prova, foi ai que o problema realmente apareceu: 

A parte específica pedia assuntos não listados no edital!! 

Caiu sobre: Doenças de chagas, Hanseníase, Encefalite, Malária, Poliomielite, Rubéola... mas no edital pedia Dengue, Febre Amarela, Leishmaniose, Atribuições e ativ do ACE e Forma de ingresso e regime jurídico do ACE. 

Esse conteúdo até consta no Guia de Vigilância Epidemiológica, mas que no edital estava listado como bibliografia e não como item específico (foto em anexo). 

Não bastasse isso a linguagem usada e a forma como foram desenvolvidas as questões específicas era de nível Médio técnico e não fundamental. 

Novamente contrariando o edital.

Hoje, 26/10 resolvi reler o edital para saber até que dia teria para recorrer e notei que não existe nada a respeito dessa opção no edital. Gostaria de saber como poderei realizar essas contestações de forma oficial.

Também estranhei que uma banca que exige tanto quanto ao porte de objetos na hora da prova use como identificação do gabarito de resposta (que era simples ao extremo com marcações feitas com um X ) apenas o número de inscrição do candidato. Não deveria ser um código de barras?! 

O risco de fraude nesse sistema é muito grande afinal basta identificar o candidato pela inscrição e trocar o cartão resposta. 

Esperei o gabarito sair e nova surpresa. O  mesmo não indica se é da prova de ag. Saúde ou endemias, logo me faz entender que a prova foi a mesma para ambos. 

E pior, é possível notar sequências no mesmo. Nenhuma banca de respeito faz algo assim justamente porque permite que se crie dúvidas acerca de sua confiabilidade. 

Por fim quero deixar claro que não estou acusando a banca e/ou a prefeitura de corrupção nesse certame. 

Estou apenas repassando os problemas por mim verificados em relação ao mesmo. 

Para finalizar uma última observação que mostra o nível que foi essa seleção: ao copiar e colar um edital ao menos lembrem-se de trocarem o nome da antiga cidade para a atual.  

Postagens mais visitadas deste blog

Urgente: Polícia frusta assalto a banco, em Campos Belos (GO). Há bandidos mortos. Gerente do Banco do Brasil foi sequestrado

Uma mega operação da Polícia Militar de Goiás, da Polícia Civil e da Polícia Militar do Tocantins frustou o que seria um dos maiores assaltos a banco de Campos Belos, no nordeste de Goiás. 
Ação da polícia ocorreu ainda há pouco. 

Ao menos oito homens fortemente armados se preparavam para assaltar e tocar o terror na cidade, quando foram interceptados e trocaram tiros com a Polícia. 

Há muitas viaturas da polícia nas ruas da cidade, parte do comércio fechou e há até um helicóptero da polícia civil dando apoio às operações da PM. 
As informações ainda são desencontradas.

Nos veículos dos bandidos foram encontrados fuzis e várias armas de fogo. 

Segundo informações, há mortos entre os bandidos.  

De  acordo com o major Carvalho, Comandante da PM em Campos Belos, os bandidos chegaram a sequestrar o gerente do Banco do Brasil e a família.

Ainda de acordo com o oficial, o gerente e a família foram libertados, sem ferimentos e confirmou que dois bandidos foram mortos. 

Seis estão foragidos. Ousados,…

Feminicídio brutal: Homem mata esposa e filho, em Campos Belos (GO)

Uma noite terrivelmente trágica abateu a cidade de Campos Belos, neste sábado (2). 

Um homem armado no setor Bom Retiro, identificado como Joecilio Pereira da Silva, de 38 anos, um pedreiro atuante em Campos Belos, voltou para a residência e iniciou uma forte discussão com a mulher dele, Catiane da Silva Dias, de 37 anos, uma cabeleireira da cidade.

As primeiras informações dão de conta que a mulher pediu a separação do casal.

Atordoado e sem aceitar a separação, ele teria passado o sábado bebendo em um bar próximo e no início da noite voltou para casa com a intenção de cometer o crime de feminicídio.

Um dos filhos do casal, Diemerson Pereira Dias, um estudante de 18 anos, partiu em defesa da mãe, quando o homem sacou uma arma e atirou duas vezes contra a mulher e depois deu outros dois tiros contra o filho.

Ambas as vítimas foram atingidas e morreram no local.

O segundo filho do casal, uma adolescente de 15 anos, fugiu da cena criminosa, temendo também ser assassinada pelo pai.

Os …

Milagre: em Novo Alegre (TO), carro capota, criança é arremessada e fica pendurada em árvore

Um verdadeiro milagre. É assim que pode ser descrito o fato que ocorreu nesta sexta-feira (15), numa rodovia estadual, no sudeste do Tocantins. 

Era por volta das 6h da manhã, quando um veículo Fiat Uno preto, placas JDU-3158, de Brasília (DF), capotou na rodovia TO-110, entre as cidades de Novo Alegre e Combinado (TO). 
No carro, seguiam duas mulheres e uma criança numa cadeirinha de bebê. 
Em determinado momento, a motorista do Fiat perdeu o controle do carro, que capotou diversas vezes, saiu da pista e foi parar em um barranco próximo ao leito da rodovia, totalmente destruído.  
O acidente ocorreu após dois km da cidade de Novo Alegre, sentido Combinado, na entrada de uma fazenda, de propriedade de "Dona Florinda".

No momento do capotamento, a criança, que estava na cadeirinha de bebê mas sem o cinto de segurança, foi arremessada violentamente para fora do veículo e jogada para cima de uma árvore.
Ela não caiu e ficou pendurada nas galhas de um cajueiro, numa altura de cerca de…