sábado, 25 de julho de 2015

Pão e circo: Marconi ignora crise libera mais R$ 2 mi para shows


A crise econômica, com a queda de arrecadação, é a justificativa do governo estadual para parcelar os salários dos servidores do Estado e deixar de pagar a data-base, além do piso nacional dos professores. 

A crise, porém, não atinge todos. De sexta-feira, 17, até quarta-feira, 22, o Diário Oficial publicou que Estado liberou mais de R$ 2 milhões para realização de shows, com dispensa de licitação. A informação é da coluna Giro, de O Popular, assinada pelo jornalista Caio Henrique Salgado.

Nos últimos meses o Goiás Real fez diversas reportagens mostrando que os gastos com shows e viagens internacionais seguem intactos, mesmo com o discurso de crise pronunciado pelo governador Marconi Perillo (PSDB). 

Está claro que mesmo com as finanças deterioradas, custo da reeleição do tucano, servidores públicos estaduais e a população são sacrificados. 

No entanto, as mordomias e gastos com apaniguados seguem a todo vapor. Reflexo de um governo improvisado e que teima em subestimar a população goiana.

Fonte: Goiás Real 

3 comentários:

  1. Já tá na hora do povo Goiano acordar. Chega de serem feitos de palhaço. Onde está a garra do povo, que da mesma forma que tem o poder de colocar alguém no governo, o tem de tirá-lo de lá, falta apenas coragem e atitude. O que não pode acontecer, é ficarmos a mercê desses bandidos.

    ResponderExcluir
  2. Sem não tem eventos o povo reclama que não há incentivo a cultura. Se tem eventos o povo fala que é pão e circo. É difícil saber o que o povo quer!
    Ontem uma pessoa de Monte Alegre postou essa notícia no facebook, eu li e fiquei pensando. - Quanta incoerência, mês passado em Monte Alegre teve um show de João Neto e Frederico, doado por um deputado da base aliada do governador, e fizeram um propaganda dizendo que era incentivo a cultura, visto que era uma festa tradicional da cidade. Hoje essa mesma pessoa vem as redes sociais e publica um notícia que esses eventos não passam de jogadas pra iludir o povo. Eu não entendo.

    ResponderExcluir
  3. Depende do ponto de vista. O que é incentivo à cultura? Shows com programação pré definida? Já que não há necessidade de licitação! Ou incentivo à projetos que realmente promova cultura local e sua divulgação? A pasta de educação,esporte e cultura estão unidas, mas na prática bem distantes, porém a política "pão e circo" prevalece sim em Goiás.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.