segunda-feira, 27 de abril de 2015

Daniel Saboya apoia projeto social em Aurora do Tocantins





O "Projeto Sou Jovem, Sou Artista", da cidade de Aurora do Tocantins, recebe apoio do coreógrafo Daniel Saboya.

Ele é um dos principais dançarinos do país e costuma contracenar com famosos, como é o caso de Anitta. Seus vídeos atingem milhões de acessos na internet. 

No vídeo de apoio ao projeto, Daniel Saboya comenta a importância do Projeto em Aurora e pede apoio aos empresários para a ação social desenvolvida.

A resposta do artista veio depois de um vídeo gravado pelo grupo, direto de Aurora do Tocantins, em homenagem a Daniel Saboya. 

O Projeto Sou jovem sou Artista é coordenado pelo Maestro Monicleiton de Jesus Pereira.

É também apoiado pela  Prefeitura Municipal de Aurora, pela Secretaria Municipal de Educação e pelo Advogado Milton Felix.

O projeto acolhe hoje cerca de 85 jovens da comunidade, que desenvolve teatro, dança, musica, trabalhos voluntários e eventos para arrecadação de alimentos não perecíveis, que são usados em distribuição de cestas básicas.

Visa afastar os jovens das ruas e na proteção contra as drogas. 

O coordenador Monicleiton  irá representar o grupo no Projeto Diamonds, na Associação de moradores de Turiaçu no Rio de Janeiro.

O vídeo gravado em homenagem a Saboya tem a participação dos jovens de Taguatinga e de Combinado Tocantins. 

Com informações do A1 notícias





2 comentários:

  1. Sou o coordenador desse projeto da cidade de Aurora do Tocantins, e pra mim a maior alegria é de saber que existem pessoas como o Daniel, humilde e que pensa no próximo como nele mesmo. Aqui vai o meu abraço a todos

    ResponderExcluir
  2. Sou o coordenador desse projeto da cidade de Aurora do Tocantins, e pra mim a maior alegria é de saber que existem pessoas como o Daniel, humilde e que pensa no próximo como nele mesmo. Aqui vai o meu abraço a todos

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.