terça-feira, 17 de junho de 2014

Inadmissível: "esgotão" corre a céu aberto em Campos Belos


Mau cheiro, muriçoca e falta de cidadania
na rua Sete de Setembro, próximo ao Compre Bem II

Todo santo dia nós batemos aqui neste Blog sobre como é importante e crucial a conservação das nossas águas. 

É por isso que sempre estamos de olho na qualidade da água do rio bezerra, que agora sofre muito com mais uma intervenção humana. 

O problema é que nem parte da população da cidade de Campos Belos (GO) e tão pouco o Poder Público local têm essa preocupação.

A cidade é entrecortada por vários riachos, que outrora serviram muito bem como fonte de água para pessoas e animais. 

Com o crescimento urbano dos últimos 40 anos, o que era fonte de vida, se transformou em verdadeiros corredores de dejetos humanos. 

Os pequenos córregos viraram esgotos a céu aberto e, como veias capilares, impregnam todos os cantos da cidade. 

Após a paulatina implantação da rede de esgotamento sanitário, a poluição diminuiu sensivelmente. Mas há muito o que se fazer e o que se combater, com toda a firmeza necessária. 

Uma leitora e cidadã do município nos mandou hoje uma foto e descreveu a situação do que seria, em outra oportunidade, um pequeno e límpido curso de água próximo à sua residência:

"Estou lhe enviando essa foto, que se refere ao esgoto que está correndo a céu aberto dentro do rio, próximo a minha casa, (na rua Sete de Setembro, próximo ao Compre Bem II).

Os meus vizinhos e eu não estamos mais aguentando a excesso de moscas e muriçocas em nossas casas.

Fora o mau cheiro que vem de lá, a água, como você pode ver, está simplesmente verde.

Já avisamos aos órgãos responsáveis e ninguém faz nada. Gostaria que através do seu blog, que por sinal é muito visto por todos nós, levasse até as autoridades responsáveis pra que seja tomado uma providência urgente", afirma a leitora. 

Duas coisas podem estar ocorrendo: ou a rede de esgoto é falha e possui vazamentos ou moradores rio acima tem jogado, descaradamente, dejetos humanos no seu leito. 

Nos dois casos, o Poder Público (estado ou município) está falhando, por falta de fiscalização ou por inércia mesmo, omissão pura. 

Com a palavra, as autoridades responsáveis. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.