domingo, 20 de abril de 2014

Língua e leitura: mal necessário e que poucos contraem


Por Professor Luiz Marles,

Estamos passando por um momento em que todas as pessoas estão se interessando cada vez mais pelo nosso idioma, e também, pela leitura, pois, numa sociedade competitiva, e, às vezes escravista, o homem precisa estar bem preparado e ser conhecedor daquilo que fala. 

Só isso apenas não basta, pois, se damos tanta importância a nossa língua portuguesa, faz-se mister conhecer um pouco sobre sua origem, e os principais lugares onde se fala este idioma.

Vendo um pouco a respeito da origem da Língua Portuguesa, descobrimos que esta faz parte das neolatinas, onde podemos citar: francês, italiano, espanhol e outras. Há uma dessas, a romena, que é a que mais se afasta da língua latina. Hoje temos quase um bilhão de pessoas no mundo que falam os idiomas derivados do latim. 

Na América Latina a única nação que fala o idioma português é o Brasil. Além disso, existe na Europa, Portugal, que é nação mais importante que fala esse idioma.

Durante muito tempo ouvimos falar que os brasileiros leem pouco, fato passado, visto que na época em que estamos todos estão dando enorme importância ao ato de ler. 

Sabemos que mesmo as pessoas imbuídas de um espírito leitor, chegam às vezes a deixar de lado o livro indo em busca de algo mais instantâneo. Como é do conhecimento de todos, existem inúmeros cantores que ao lançar um CD, já existem mais de um milhão de cópias encomendadas. 

Um livro, raramente, quando Best-seller, ultrapassa o número de quinhentos mil vendidos. A maioria das pessoas sem exceção da classe que se encontra preferem ouvir uma música a ler um livro. Isso não pode ser assim, tendo em vista que estamos num mundo competitivo e que urge mais interesse pelos livros.

Existem pessoas que, às vezes, excomungam a língua portuguesa e dizem que se trata de uma das mais difíceis e complexas do planeta. Para muitos, não são as regras que atrapalham o entendimento e sim várias exceções. E, com tudo isso, existe muita falta de incentivo à leitura, o que cultiva falsos leitores, e, a língua portuguesa necessita de pessoas que leiam, para a cada instante mostrar novos frutos desta imensa descoberta a qual fertiliza a mente dos seres humanos.

Sendo assim, buscar, pesquisar e incrementa uma maneira de fazer com que as pessoas possam interessar pela língua é imprescindível, desde que se leve em conta que a nossa sociedade precisa reavivar o ânimo que há muito tempo vem escondido. 

O cotidiano clama por pessoas conhecedoras, aptas a abrirem a boca e pronunciar com clareza demonstrando ser merecedor do idioma que lhe foi concedido a falar. És preciso leitura. E, sabe-se que ela é um modo de aprendizado contínuo, onde não só possibilita a reconstrução e integração de certas mensagens, mas, sobretudo, porque é através dela que exercitamos e demonstramos todo nosso conhecimento.


3 comentários:

  1. é fato! num mundo contemporâneo faz-se necessário a prática da leitura para aprofundarmos o nosso conhecimento à língua.

    ResponderExcluir
  2. é meu amigo, é relevante a prática da leitura para conhecermos de fato o mundo fantástico da nossa Língua.

    ResponderExcluir
  3. Fundamental para a fala, para a escrita e para aquisição de novos conhecimentos... amo ler!

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.