sábado, 23 de fevereiro de 2013

Leitor diz que administração do Parque Estadual Terra Ronca é omissa



"O Rio São Vicente é o maior e mais importante rio da micro-bacia do PETeR (Parque Estadual de Terra Ronca). 

O parque tem problemas graves de descaso, administração incompetente, omissa e até mesmo fraudulenta no trato da questão de indenizações.

Já tivemos lá, até mesmo o absurdo de uma carvoaria em área do proteção APA. 

Pessoas que tiveram a coragem de denunciar à época foram ameaçadas. 

A WWF já la esteve, há alguns anos, com uma reportagem do fantástico que colheu mostras de água no Rio São Bernardo, quando constatou-se a poluição  das águas por agrotóxicos vindos do altiplano e das culturas baianas de soja. 

Nada foi feito!!! Sim, o agronegócio não tem limites, não respeita nada e tem poder econômico para desfazer qualquer coisa.

Somos pequenos como esses homens andando dentro desses horríveis tuneis de voçoroca e eles fabulosos fazendeiros em suas casas e carros esplendorosos.

Mas, se o parque estadual que fosse devidamente administrado e cuidado com a devida importância nunca deixaria isso acontecer.

As fotos revelam algo que vem acontecendo há anos...uma erosão dessa dimensão não acontece do dia pra noite....

Isso prova que não há administração no PETeR, não há fiscalização, não há respeito à  Lei, não há respeito à dignidade humana da população local, que se viu sem suas terras e sem indenização e agora se vê soterrada em seu curso de água de onde retiram a vida e o lazer dos domingos!!!! 

Vejam as fotos e me digam, se algum tiver o conhecimento para isto: quantos anos essa enxurrada criminosa está derramando lama e agrotóxicos na nascente desse pobre e belo rio?! desculpem mas estou mesmo chocado!!!!

Parabéns, Dinomar, e também a "Ziro" pela denúncia...aliás fiquei sabendo que só após o "Ziro" subir a cavalo e chegar ate o local é que os responsáveis pelo Parque resolveram fazer o mesmo.

Há um processo antigo no Ministério Público que pede a federalização do PETeR, tendo em vista uma vasta documentação que comprova a incapacidade do governo de Goiás de administrá-lo. Mais  uma prova esta aí.

Quem provocou isto deve ser punido e exemplarmente - mas isto dependerá muito da voz da comunidade (acho que vai ser muito difícil!).

Mas a SEMARH é a maior responsável por este desastre. Espero que este blog não tenha apenas interesses políticos e não filtre este comentário!!!!"






Publicamos: 


Mais um acidente ambiental na Serra Geral. Desta vez, em São Domingos de Goiás, no parque estadual Terra Ronca





2 comentários:

  1. Caro Dinomar,
    Depois desse depoimento dramático, sinto, à distância, a impotência que toma conta desse irmãos nordestinos de Goiás. Sempre que vou em direção ao Pouso Alto, das Porteiras etc, que vislumbro a Serra Geral, tal qual uma muralha, sou tomado por uma emoção diferente, a certeza de que sou fruto dessa frágil beleza...meu pai desceu a serra a pé, em direção ao Riacho de Areia, vindo do sertão da Bahia. É triste ver toda essa beleza, essa riqueza moral, econômica e cultural dos gerais ser ameaçada.
    Reitero meus protestos a você: use essa sua capacidade de comunicação e amor por esse nosso ecossistema para defendê-lo, inclusive, judicialmente, junto à Justiça Federal, mediante ação popular, ou ação civil pública, proposta pelo Ministério Público Federal.
    Sigamos todos juntos por essa riqueza cultural, representativa das nossas origens.
    GILMAR

    ResponderExcluir
  2. Repito o comentário feito no dia 12/02/2013, depois da voçoroca que assoreou a nascente do Rio Mosquito:
    Não ouso discordar do ilustre geófrafo da AGRODEFESA de Goiás, pois, afinal de contas, sou apenas um leigo no assunto. Porém, acredito que a questão não deve ser minimizada a esse ponto: a uma, porque houve retirada de a cobertura vegetal de um ecossistema de cerrado frágil(terreno novo, como disse o especialista), sem a adoção de medidas preventivas; a duas, desviou-se um curso d'água; e, a três, embora um pequeno rio tenha sido assoreado, o Mosquito é de grande importância social e econômica para uma região. Por fim, as águas do Rio Mosquito são o presente do Pouso Alto e será o futuro da cidade de Campos Belos.
    Gilmar
    P.S.: Gostaria de ouvir a opinião de um técnico isento, porquanto o ilustre articulista é funcionário de um governo que tem demonstrado o maior desisteresse pelas causas do povo do Nordeste goiano.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.