Postagens

Mostrando postagens de Maio 20, 2012

Márcio Thomaz Bastos cobrou R$ 15 milhões para defender Cachoeira

Imagem
O advogado e ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos tem sido criticado por ter sido ministro e hoje advogar para clientes como Carlinhos Cachoeira, informa a coluna de Mônica Bergamo, publicada na edição desta sexta-feira da Folha (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

"Sou advogado há 46 anos e fui ministro por quatro. A defesa é tão importante quanto a acusação." Ele cita o advogado americano Edward Williams: "Defendo os clientes da culpa legal. Julgamentos morais eu deixo para a majestosa vingança de Deus".

Bastos, que cobrou R$ 15 milhões de Cachoeira, diz que também advoga de graça --ele defendeu, por exemplo, o julgamento de cotas no STF (Supremo Tribunal Federal) sem nada receber.

Texto original: Folha de São Paulo






Belas e feras: reflexão sobre o caso da Jornalista da Band

Imagem
Por Jaciara Santos  Nunca me senti confortável fazendo matéria sobre violência sexual. 
Pessoalmente, tenho dificuldade em lidar com suspeitos de estupro, principalmente quando a vítima é uma criança. 
Lembro de uma vez, há pouco mais de cinco anos, em que entrevistei um pedreiro preso por estupro continuado à filha de onze anos. 
E não era estreante: durante anos, abusara sexualmente da menina mais velha que, ao atingir a adolescência, saiu de casa para escapar às sevícias.
Depois de ouvir o relato oficial da titular da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derca), fui até o suspeito. 
Como se nada soubesse do caso, lhe indaguei o porquê da prisão. Sem se abalar, ele me respondeu que tinha feito “umas coisas com a menina”. 
Tentando aparentar uma empatia que não sentia, insisti com um “que tipo de coisas?”. Ele não respondeu. Foi aí que arrisquei: “A delegada disse que o senhor abusou da sua filha, eu não acreditei e por isso queria saber se…

Dadá na CPI: silêncio conveniente para todos

Imagem
Hoje, na CPMI do Cachoeira, por volta de 12h15, Dadá foi chamado à sala da comissão e dispensado minutos depois após afirmar que não daria esclarecimentos. 
A sessão chegou a ser suspensa e retomada logo em seguida para o depoimento de Jairo de Souza, que foi dipensado também. 
Os parlamentares começaram então a discutir se transformam a sessão em reunião administrativa para votação de requerimentos.
E ficou bom para todo mundo. Principalmente para muitos parlamentares que estão se borrando, com  medo da lama suja do Cachoeira chegar às cabeças de muitos deles. 

Apenas se esquecem que estamos atentos a essas dissimulações toscas. 
Digamos, o silêncio de todos na CPI é muito conveniente.  



Uma jornalista acintosa...

Imagem
Jornalistas baianos repudiam atitude de repórter da Band Bahia, em carta aberta. 

Bem acintosa, a moça. Uma pena. Esse não é o papel do jornalista.


O que sente Márcio Thomaz Bastos ao defender Carlinhos Cachoeira?

Imagem
O que sente o advogado Márcio Thomaz Bastos, ao lado de Carlinhos  Cachoeira?
Fico me perguntando, como um advogado renomado, ex-ministro da justiça, rico, já um senhor de idade, poderoso, uma reputação profissional e pessoal inabalável pode defender um camarada como o Cachoeira?
Um cara que tem feito mal à sociedade, ao Estado Brasileiro, a todos nós, conforme atestam os inquéritos da PF, corrompendo governadores, deputados, prefeitos, organizando jogatinas, estendendo tentáculos nas secretarias de justiça, fraudando licitações, acusados de crimes  graves, como formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, evasão de divisas...

Por que Márcio Thomaz Bastos defendê-lo?  seria por dinheiro? necessidade de mais reconhecimento? 
Ou é apenas uma convicção ideológica própria de defender qualquer um, não interessando as gravidades dos crimes?  
No passado, Thomaz Bastos,  entre defesas e acusações, ao longo do tempo, trabalhou em quase mil julgamentos perante o Tribunal do Júri, qua…

Missa do Divino Espiríto Santo reúne centenas de pessoas na capelinha

Imagem
Ontem, domingo, 22,  centenas de pessoas se reuniram na capelinha do setor Bem Bom para a celebração do Dívino Espírito Santo.

A celebração do pároco municipal emociou muitos dos presentes, que aproveitaram para relembrar entes queridos que já  partiram, inclusive o padre Rubens, assassinado há dois anos.

Cantos e orações foram entoados efusivamente pelos fieis durante toda  a missa.

História das celebrações

A origem remonta às celebrações religiosas realizadas em Portugal a partir do século XIV, nas quais a terceira pessoa da Santíssima Trindade era festejada com banquetes coletivos designados de Bodo aos Pobres com distribuição de comida e esmolas.

Essas celebrações aconteciam cinquenta dias após a Páscoa, comemorando o dia de Pentecostes, quando o Espírito Santo desceu do céu sobre os apóstolos de Cristo sob a forma de línguas como de fogo, segundo conta o Novo Testamento.

Desde seus primórdios, os festejos do Divino, realizados na época das primeiras colheitas no calendário agr…

Feira Por do Sol tem tudo para se tornar um xodó da comunidade

Imagem
Este fim de semana, fui a Campos Belos e tive uma grata surpresa.  Fui surpreendido, na realidade, por uma agenda positiva, de iniciativa do prefeito Sardinha, atropelado nos últimos meses por uma série de contenciosos administrativos.
Desde o último dia 12 maio, está sendo organizada semanalmente, na Praça da Matriz, a Feira Por do Sol. 
Ocorrerá todos os sábados, a partir das 17h e tem exposto artesanato e produtos da agricultura regional, além de muita comida gostosa: bolos caseiros, tortas, pamonhas, biscoitos, paçocas...

Eu mesmo me empanturrei em uma paçoca apimentada, que foi difícil deixar de pedir mais uns copinhos. 


Segundo o Relações Públicas da Prefeitura, Tomás de Aquino, o evento é reservado para os vários expositores mostrarem a cultura regional e gerar renda.
Ainda segundo o assessor, a feira é organizada pela Secretaria de Assistência Social, que tem como chefe a primeira-dama Lucélia Reis.
Tenho que a Feira do Por do Sol tem tudo para virar o xodó da comunidade, como aco…