segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Prefeito eleito de Campos Belos está entre os onze mais ricos do estado



De acordo com um levantamento feito pelo jornal o Diário da Manhã, de Goiânia, o futuro prefeito de Campos Belos, Aurolino José dos Santos Ninha, está entre os onze prefeitos eleitos mais ricos do estado de Goiás.  

Ele está à frente de políticos eleitos em cidades importantes, como Formosa e Aparecida de Goiânia. Ninha tem um patrimônio avaliado em R$ 7,61 milhões. 

O serventuário da Justiça Itamar Barreto (PSD), prefeito eleito do município de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, tem patrimônio no valor de R$ 6,99 milhões. Os bens: casas, apartamentos, prédios comerciais, imóveis urbanos, fazenda, cotas acionárias, aplicações bancárias e dinheiro em espécie.. 

O  ex-governador Maguito Vilela (PMDB), atual prefeito de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana de Goiânia, reeleito no primeiro turno, declara patrimônio avaliado em R$ 5,16 milhões, com registro de propriedades e bens em Jataí e Aparecida de Goiânia. No documento, constam fazendas, casas, automóveis, tratores e aplicações financeiras.

O médico  Arlon Fulgencio Taveira, prefeito eleito de Monte Alegre de Goiás está na 18ª posição dos mais ricos. 


Veja o ranking dos mais ricos: 


1º - O empresário, ex-deputado estadual e federal e ex-prefeito de Goianésia (Vale do São Patrício), Jalles Fontoura (PSDB) é o prefeito eleito mais rico em Goiás, de acordo com levantamento feito pelo Diário da Manhã, com base nas declarações de rendimentos feitas ao Tribunal Regional Eleitoral. 

Com patrimônio que soma R$ 85,86 milhões, Jalles  possui bens que se diversificam em apartamentos, casas, lotes e ações em empresas e indústrias, implementos agrícolas, investimentos e aplicações financeiras em Goianésia e Goiânia, já que é um dos herdeiros do empresário e ex-governador Otávio Lage, já falecido.

2º - O empresário Eronildo Valadares (PMDB), prefeito eleito de Porangatu, no norte do Estado, possui bens no valor de R$ 23,17 milhões, entre casas, propriedades rurais, imóveis urbanos, automóveis, aplicações, cotas empresariais e dinheiro em espécie.

3º -O agropecuarista Argemiro Neto, prefeito eleito de Caiapônia (PMDB), na região sudoeste, tem patrimônio avaliado em R$ 22,05 milhões. Os bens: casas, imóveis urbanos, fazendas, gado, implementos agrícolas, automóveis, aplicação bancária e dinheiro em espécie.

4º- O empresário e agropecuarista Washington Medeiro Do Prado (PT do B), prefeito eleito de Itarumã, no sul do Estado, tem patrimônio no valor de R$ 20,16 milhões. Os bens: fazendas, benfeitorias, imóveis urbanos, gado, automóveis, aplicação na caderneta de poupança, cotas acionárias, aplicações financeiras e bancárias.         

5º - O empresário e deputado estadual Jânio Darrot (PSDB),  prefeito eleito de Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia, aparece entre os mais ricos, com patrimônio declarado de R$ 15,71 milhões. O patrimônio é distribuído em apartamentos, casas, lotes, fazendas, ações em empresas, automóveis, implementos agrícolas, aeronave, tratores, cotas de capital e aplicações financeiras.

6º - O engenheiro civil Odair Resende (DEM), prefeito eleito de Quirinópolis, no sudoeste goiano, declarou à Justiça Eleitoral possuir patrimônio avaliado em R$ 13,90 milhões, entre casa, apartamento, automóveis, aeronave e fazenda.

7º - O empresário João Soares De Oliveira (João da Centro-Oeste), PSDB, prefeito eleito de Mozarlândia, no Mato Grosso goiano, tem patrimônio avaliado em R$ 12,99 milhões. Os bens: casa, apartamento, imóveis urbanos, galeria comercial, fazenda, gado, implementos agrícolas, automóveis.

8º - O agropecuarista Elson Tavares (PSDB), prefeito eleito de Edéia, região sul, tem patrimônio no valor de R$ 11,88 milhões. Os bens: casas, apartamentos, imóveis urbanos, fazendas, implementos agrícolas, automóveis, cotas acionárias e aplicações bancárias.

9º - O pecuarista José do Nascimento Januário (Zé Português), DEM, prefeito eleito de Gouverlândia, tem patrimônio de R$ 11,02 milhões. Os bens: casa, automóveis, fazenda, gado, máquinas agrícolas e cotas acionárias.

10º - O padre Getúlio de Alencar (PMDB), prefeito de Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do Distrito Federal, não mais exerce suas funções religiosas. Possui bens no valor de R$ 10,48 milhões, entre apartamento, imóveis urbanos, fazendas e automóveis.

11º - O engenheiro civil Aurolino José dos Santos Ninha (DEM), prefeito eleito de Campos Belos, no nordeste goiano, tem patrimônio avaliado em R$ 7,61 milhões. Constam no documento enviado à Justiça Eleitoral: prédio comercial, apartamentos, imóveis urbanos, automóveis e aplicações bancárias.

12º- O empresário Milton Ricardo, prefeito eleito de Pontalina (PMDB), na região sul do Estado, declara possuir bens no valor de R$ 7,41 milhões, entre eles casa, apartamento, prédio comercial, fazenda, imóveis urbanos e automóveis.

13º - O agropecuarista Geraldo Vasconcelos Valadares (PSB), prefeito eleito de Turvânia, possui patrimônio avaliado em R$ 7,16 milhões. Os bens: casa, apartamento, fazenda, implementos agrícolas, aplicações bancárias, cotas societárias, caderneta de poupança, fundos de capitalização e automóveis.

14º - O serventuário da Justiça Itamar Barreto (PSD), prefeito eleito de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, tem patrimônio no valor de R$ 6,99 milhões. Os bens: casas, apartamentos, prédios comerciais, imóveis urbanos, fazenda, cotas acionárias, aplicações bancárias e dinheiro em espécie.

15º - O pecuarista Otair Teodoro Leite (PSDB), prefeito eleito de Piranhas, no Mato Grosso goiano, tem patrimônio de R$ 5,70 milhões. Os bens: fazenda, gado, automóveis e implementos agrícolas.

16º - O  ex-governador Maguito Vilela (PMDB), atual prefeito de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana de Goiânia, reeleito no primeiro turno, declara patrimônio avaliado em R$ 5,16 milhões, com registro de propriedades e bens em Jataí e Aparecida de Goiânia. No documento, constam fazendas, casas, automóveis, tratores e aplicações financeiras.

17º - O empresário Eurípedes José do Carmo (PSC), prefeito reeleito de Bela Vista de Goiás, na Região Metropolitana da Capital, tem patrimônio no valor de 4,94 milhões, distribuído em casas, terrenos, fazendas, automóveis, cotas acionárias, dinheiro aplicado e em espécie.           

18º - O médico  Arlon Fulgencio Taveira (PTC), prefeito eleito de Monte Alegre de Goiás, tem patrimônio de R$ 4,35 milhões. Os bens: casa, apartamento, imóveis urbanos, fazenda, automóveis e participações societárias.





4 comentários:

  1. No mínimo curioso o fato de um político acusado(acusações fundamentadas em provas), ter um patrimônio tão grande, maior até mesmo que o de prefeitos de cidades de grande porte. Mais curioso ainda, será o seu patrimônio daqui há 4 anos quando acabar o seu próximo mandato. Mas é assim, o povo lutou e conseguiu a lei da ficha limpa, mas, contudo, todavia, ainda prefere os sujos. Um cara que deixou uma dívida milionária para o atual prefeito pagar, conseguiu ser reeleito!!

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo com o comentário anterior, só uma correção ele foi eleito e não reeleito. Também mamando nas tetas da prefeitura há anos,como não aumentar o patrimônio, é um absurdo o patrimônio do camarada ser maior do que de alguns prefeitos de cidades mais importantes do estado de Goiás, pessoas que já foram até governador.Vamos ficar de olho câmara municipal.Ainda bem que fizeram um limpa na câmara, só ficaram àqueles que têm credibilidade.

    ResponderExcluir
  3. Eu concordo com o comentário anterior, só uma correção ele foi eleito e não reeleito. Também mamando nas tetas da prefeitura há anos,como não aumentar o patrimônio, é um absurdo o patrimônio do camarada ser maior do que de alguns prefeitos de cidades importantes do estado de Goiás, pessoas que já foram até governador.Vamos ficar de olho câmara municipal.Ainda bem que fizeram um limpa na câmara, só ficaram àqueles que têm credibilidade.

    ResponderExcluir
  4. Eu concordo com o comentário anterior, só uma correção ele foi eleito e não reeleito. Também mamando nas tetas da prefeitura há anos,como não aumentar o patrimônio, é um absurdo o patrimônio do camarada ser maior do que de alguns prefeitos de cidades mais importantes do estado de Goiás, pessoas que já foram até governador.Vamos ficar de olho câmara municipal.Ainda bem que fizeram um limpa na câmara, só ficaram àqueles que têm credibilidade.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.

Promotoria de Campos Belos e Programa Ser Natureza apoiaram Fica Itinerante

A Promotoria de Justiça de Campos Belos, por meio do Programa Ser natureza, em parceria com as Secretarias Estadual e Municipal de Ed...