Morador de Campos Belos tentou matar promotor de São Domingos para roubar





Ele foi surpreendido por um homem armado durante uma viagem, mas conseguiu escapar com vida. 

De acordo com a polícia, o atentado não foi uma retaliação em função do trabalho dele à frente do Ministério Público no combate a crimes ambientais na região. 

As investigações apontam que se tratou de uma tentativa de latrocínio, ou seja, a intenção do criminoso era roubá-lo.

O crime aconteceu no dia 22 de março, em uma estrada de terra entre Campos Belos e São Domingos. O suspeito estava a pé e saiu do mato armado usando um capacete. 

O promotor se abaixou dentro do carro e escapou dos três tiros disparados feitos contra o veículo. Ele também estava armado e conseguiu fugir. 

Douglas foi encontrado a cinco quilômetros do local do crime.

O suspeito de ter praticado os disparos foi preso em casa, na cidade de Campos Belos. Segundo a Polícia Civil, ele estava com o celular do promotor dentro de casa e também com o capacete sem viseira que teria sido utilizado no dia do atentado.

Para a polícia, não há mais dúvidas quanto à motivação do crime. “A Polícia Civil acredita que de fato houve uma emboscada, mas que essa emboscada não foi feita em retaliação ao trabalho do membro do Ministério Público. 

E sim com o intento de assalto, que acabou levando a uma tentativa de latrocínio em virtude do nervosismo da pessoa que praticou o ato. 

Em virtude, talvez, do uso anterior de bebida ou de droga e do fato do promotor ter feito alguns movimentos de dentro do veículo que podem ter assustado a pessoa que queria roubá-lo”, afirma o delegado Vicente de Paulo Silva, responsável pelas investigações.

A polícia também acredita que o homem preso faça parte de uma quadrilha e investiga outras ações do grupo na região. “Um segundo assalto que foi praticado aproximadamente 20 dias depois. 

Neste assalto, o suspeito foi reconhecido pela vítima como sendo aquele que teria lhe apontado a arma. Justamente o que estava com o capacete sem viseira, que estava com o telefone celular do promotor”, alega o delegado.

Segundo as investigações, a quadrilha vem praticando esse tipo de crime para o financiamento do tráfico. Na casa de um dos investigados, que está foragido, a polícia apreendeu uma balança de precisão.

Veja as fotos exclusivas do local e do veículo 

Atentado contra promotor deixa Goiânia perplexa e mexe até com presidência da República


Atentado contra promotor de São Domingos repercute em todo o país


Polícia reconstitui tentativa de homicídio a promotor de Justiça