Juiz determina prisão de candidato a vice-prefeito de Combinado


O candidato a vice-prefeito de Combinado, Luiz Augusto Oliveira Santos (PTB), foi preso na noite desta sexta-feira (6) por tentativa de compra de votos.  

De acordo com o juiz eleitoral auxiliar, Márcio Ricardo Ferreira Machado, ficou patente a insistência do candidato em cometer práticas delituosas reiteradas de cooptação ilegal de sufrágio, ora para angariar votos para sua chapa ora para solicitar a abstenção do eleitor à urna para votar.

Também na mesma noite, chegou ao juiz Machado, comunicação de que uma eleitora teria sofrido abordagem do candidato a vice-prefeito, Luiz Augusto, que teria oferecido dinheiro e pagamento de medicamentos para a genitora da denunciante em troca de voto. 

Na ocasião, a denunciante gravou o ocorrido em seu celular e comunicou o fato imediatamente ao juiz eleitoral.

O juiz determinou a revogação da fiança concedida ao candidato e determinou a sua prisão preventiva por não ter cumprido as determinações contidas na decisão, além de também utilizar o filho menor para prática reiterando o crime previsto no artigo 299 do Código Eleitoral, devendo responder ainda pela corrupção do filho menor.

Para não provocar comoção e tumulto na cidade, o Juiz determinou o traslado de Luiz Augusto para a cadeia pública de Arraias, sendo que na segunda-feira (8) será avaliada eventual transferência para outra localidade. 

Fonte: TRE