Vereador Brasilino diz que não assinou projeto de aumento de salários

O Vereador da cidade de Campos Belos, Brasilino Jose da Silva, afirma que foi contra o projeto que está tramintando naquela Casa e que visa aumentar em mais de 60% os salários de vereadores, prefeito e vice e secretários municipais. 

Brasília escreveu o comentário neste Blog: 

"Vale ressaltar que a câmara é composta por nove vereadores e que nem todos assinaram esse projeto. Eu fui  um deles, por não concordar com o percentual.

Como vereador,  procurei sempre observar os princípios constitucionais que norteiam a administração pública, a saber a moralidade, publicidade, economicidade, impessoalidade...

Prova é que não assinei tal projeto. Quem quiser verificar, in loco,  tem toda liberdade. Portanto não devemos generalizar as críticas, mas sim fazê-las com conhecimento de causa."

O vereador também respondeu aos reclames dos servidores da Câmara de Vereadores, que até hoje não estão cobertos por uma lei. 

A categoria não tem uma uma carreira e são agentes públicos tão somente amparados em uma Resolução da Casa.  

Brasilino disse que tentou várias vezes apresentar o proejto de lei no plenário, mas foi barrado. 

"Como vereador sempre preocupei com tal situação, tanto que apresentei em plenário da Câmara um requerimento que foi aprovado pelos EDIS, cobrando do presidente o projeto de Lei regulamentando a situação dos servidores e propondo o plano de carreira cargos e salários dos mesmos.

Mas infelizmente tal solicitação não foi atendida, e acabamos indo parar na promotoria pública e até agora só protelamento. 

Acreditamos que o impasse será resolvido segunda feira dia 03 de setembro, pois já existe uma reunião marcada com o promotor."