Restauração da GO-118: máquinas sumiram da rodovia



Desde ontem, quinta-feira (6), estamos em Campos Belos. 

Ao percorrer o caminho entre Brasília e esta distante cidade do nordeste goiano, tivemos uma surpresa desagradável: sumiram as máquinas da empresa de engenharia contratada para restaurar a rodovia GO-118. 

A pista está um tapete, asfalto novinho em folha, bem sinalizada. Porém,  somente entre a divisa do DF-GO e a cidade de São João da Aliança.  

Desta até Campos Belos, nada de máquinas, nada de restauração. Pelo contrário, aumentou o nível de destruição do asfalto.  

Os problemas da GO-118 são antigos e sérios. Pelos menos 20 pessoas morreram em acidentes automobilísticos entre novembro do ano passado e agosto deste ano.  

Um grupo de promotores de Goiás e mais prefeitos e vereadores de dezoito cidades do nordeste goiano foram  à sede da Agetop ( Agência Goiana de Transportes) pressionar o presidente do órgão e o governo do estado a tomarem uma medida extrema para evitar tantas mortes. 

Na oportunidade, o presidente da Agetop informou que a rodovia já estava sendo restaurada e que logo logo os problemas estariam resolvidos.  

O líder do órgão também disse que a obra seria em duas frentes, uma no sentido Brasília-Campos Belos, começando pela divisa do DF e uma outra, iniciando em Campos Belos, no sentido Brasília. 

As autoridades da Agetop assumiram  o compromisso com toda a cúpula do Ministério Público naquela reunião, inclusive assinando um documento de ajuste com os promotores. 

As perguntas que não querem calar são:

Onde estão as máquinas de restauração da  rodovia? por que as obras foram paralisadas? por que a frente de trabalho Campos Belos-Brasília não  foi inciada, visto que o trecho entre Teresina de Goiás e Campos Belos está extremamente fragilizado?  

Será que o sumiço das máquinas tem haver com a campanha política? se tiver, a população merece ser castigada por isso? será que o governador Perillo tem conhecimento da paralisação das obras?

As bocas miúdas dizem que as máquinas estão na cidade de Posse-GO, aguardando ordens do vice-governador de Goiás,
José Eliton de Figuerêdo Júnior

Será mesmo?  Seria um erro político sem precedentes. 

Será que o governador esqueceu da promessa do início de junho? nós não esquecemos e está registrado. 

Veja:

Governo de Goiás vai a Campos Belos anunciar obras

Buracos da GO-118: pressão do Ministério Público reúne cerca de cem pessoas na sede da Agetop

Promotor diz que morre uma pessoa por semana nas estradas do nordeste goiano

GO-118 já matou 12 pessoas e governo ainda faz propaganda

Acidente mata diplomata japonês na GO-118

Mais duas mortes na GO-118 

GO-118 está um horror