Escola Integral é a solução. Dilma parece que ouviu nosso apelo


Venho "batendo na tecla" de que uma das soluções para a educação em nosso país é a adoção da escola integral em todas as escolas públicas. 

Já fiz alguns posts sobre o tema, a fim de colocá-la em evidência. 


Fiz até um apelo à presidente Dilma no ano passado (Escola integral: um pedido de socorro)


E parece que ela ouviu o nosso pedido e agora a intenção dela, segundo pessoas próximas, é implantar a escola integral.


A prova saiu hoje: o Exército planeja implantar ensino integral em todos os colégios militares até 2015. 


Os colégios militares, que são públicos e têm ensino de ponta, saíram na frente. 


Tenho um filho de 13 anos que é aluno do Colégio Militar de Brasília e atesto a excelência da escola.
 

O sistema dos colégios militares atende 14 mil alunos do 6º ano fundamental ao 3º do ensino médio, em todo o Brasil. 

Sete das 20 melhores escolas do país são militares, segundo o Ideb 2011.  

E mesmo assim, o Exército deseja implantar a escola integral. 

O Governo Federal já está convidando escolas de regiões pobres e vai mandar dinheiro para implantar a escola integral. 


Basta apenas o diretor entrar no site do MEC para se inscrever (Está na hora da escola integral. Governo federal dá dinheiro diretamente à escola). É muito fácil. 

"Exército planeja ensino integral em todos os colégios militares até 2015"



O Exército Brasileiro planeja ampliar o ensino em período integral para os 12 colégios militares existentes no Brasil até 2015. 

Atualmente, apenas duas escolas adotam o turno integral em alguns anos do ensino fundamental: o Colégio Militar de Salvador (CMS), desde 2011, e o Colégio Militar de Santa Maria (CMSM), que adotou o sistema este ano. 
A ideia do Exército é implantar o novo regime de maneira gradual, a partir do sexto ano.
"Nossa perspectiva é que até 2015 todos os colégios militares funcionem em turno integral", afirmou o general de brigada Luis Antonio Silva dos Santos, que comanda a Diretoria de Ensino Preparatório e Assistencial (Depa) do sistema responsável pelos colégios militares.