Em Recife, Clube Sargento Wolff é decretado instituição de “Utilidade Pública”




É com muita saisfação que publico esta notícia sobre a decretação de “utilidade pública” do Clube Sargento Wolff, este tradicionalismo e sexagenário clube de Recife.

Orgulhosamente, fui vice-presidente e membro de sua diretoria por vários anos. 

O Clube Sargento Wolff, que possui quatro sedes (central, praia, campo e rural), é histórico na capital pernambucana.

Recebeu nos anos dourados eventos e nomes importantes da música brasileira, como Roberto Carlos, Os Pholhas, Renato e Seus Blue Caps, Wanderlea, The Feveres, Roberto Miller, Reginaldo Rossi, Aguinaldo Timóteo e grandes carnavais. 

Só quem já foi gestor de uma instiutição de lazer e esporte sem fins lucrativos, como esta,  pode mensurar a importância desta decretação, que vai desonerar o clube do pagamento de IPTU com valores próximos a um milhão reais.  

Foi uma luta iniciada no ínicio dos anos 2000 e que perdurou por quase 13 anos. 

Cumprimentos ao presidente José Robson e à sua diretoria por este feito sem precedentes na história do clube.

Leia a íntegra da matéria publicada no site do Clube.

“Assumimos a gestão do CSW com inúmeros propósitos, dois dos quais, a nosso sentir, de extrema importância:
  • O primeiro era o Projeto de Acessibilidade, exigência do Ministério Público Estadual e que se arrastava desde a década de 90, tendo sido concluída a 1ª Parte, em razão do imprescindível apoio do Exmo. Sr. General de Exército AMÉRICO SALVADOR DE OLIVEIRA, então Comandante Militar do Nordeste.
  • O segundo e principal objetivo era o Projeto de Utilidade Pública, pois, há mais de uma década, o Clube não pagava o IPTU, resultando em uma dívida de quase R$ 1.000.00,00 (um milhão de reais).
Somente no ano fluente, o valor do IPTU, somente da sede principal, beira R$ 70.000,00 (setenta mil reais).

Consoante Diário Oficial Municipal nº 112, de 22 Set 12, foi aprovado o Projeto de Lei de Autoria da Vereadora MARÍLIA ARRAES, por meio do qual o Clube Sargento Wolff (CSW) passou a ostentar a qualidade de instituição de “utilidade pública”, por força da Lei Municipal nº 17.823/12, tendo sido reconhecida a função social do clube, em razão de sua finalidade beneficente, cultural e desportiva.

Em decorrência da nova condição jurídica acima, o clube passará a contar com benefícios fiscais, redundando em isenções tributárias e na consequente diminuição de seu custo total.

Com relação aos débitos tributários gerados anteriormente, estamos buscando, junto ao Setor Jurídico da Prefeitura do Recife, por meio do Dr DJAIR FARIAS, causídico a serviço do clube, a possível isenção de nossa dívida.

O CSW completa 63 anos de história, já tendo sido palco dos melhores carnavais de clubes do Recife e de shows de Roberto Carlos, Raul Gil, Os Pholhas, Renato e Seus Blue Caps, Wanderlea, The Feveres, Roberto Miller, Baltazar, Reginaldo Rossi, Aguinaldo Timóteo, dentre outros. 

Além de servir como local votação reservada pelo TRE, nas eleições dos três entes federativos (Municipal, Estadual e Federal), o clube é utilizado pelos seguintes seguimentos: equipes da Dengue e PSF da Prefeitura do Recife; e equipes de campanhas de vacinação de crianças, adultos e animais. 

Além disso, apoia diversas atividades religiosas, esportivas e sociais, sendo a principal, a Maturidade Wolffiana, que reúne centenas de pessoas da melhor idade, de diversas comunidades do Recife, sob a responsabilidade da nossa Sócia Srª. MARILUCIA.

Foi justamente em decorrência de uma das atividades acima, que o clube recebeu a honrosa visita da Deputada Federal ANA ARRAES, atual Ministra do Tribunal de Contas da União, e sua sobrinha MARÍLIA ARRAES, Vereadora da Cidade do Recife, que se comprometeram em ajudar o CSW, em face de sua finalidade beneficente, cultural, desportiva, recreativa e social, ensejando no reconhecimento legal da situação de “utilidade pública”.

Por fim - como não poderia ser diferente - venho tornar público o nosso agradecimento especial à pessoa da Vereadora da Cidade do Recife e Candidata a reeleição, MARÍLIA ARRAES, pelos sinceros e profícuos trabalhos realizados em prol da população Recifense, em especial da Família Wolffiana e da comunidade de Afogados.”