Arraias festeja Nossa Senhora dos Remédios com fé, tradição e história





A cidade de Arraias, sudeste do Tocantins, a 600 km da capital Palmas, comemora, no próximo dia 8 de setembro, uma das mais tradicionais festas religiosas do estado: a festa de Nossa Senhora dos Remédios. 

A religiosidade e a fé em Nossa Senhora dos Remédios é muito forte entre os arraianos. 


Todos os anos, em setembro, a comunidade realiza uma romaria pela cidade até a porta da Igreja Matriz, que leva o nome da santa.


O evento reúne milhares de pessoas: são peregrinos, religiosos, turistas, moradores e comerciantes. A romaria é a segunda maior do Tocantins. 


A tradição da festa começou há mais 200 anos, quando, em 1740, o governador da Capitania de São Paulo, Dom Luis de Mascarenhas, proprietário das terras das minas de ouro, fundou o Povoado Nossa Senhora dos Remédios de Arraias. 

O povoado foi elevado à condição de vila no século XVIII e em 1914 virou município. Desde a época da devoção do governador da capitania que a festa tem sido feita anualmente.
 
Arraias também conserva suas tradições africanas, como as danças da súcia, capoeira e congada, manifestações culturais tipicamente negras, uma herança do riquíssimo e antigo período colonial e do ciclo do ouro. 

A tradição da festa apresenta também o que o povo da cidade tem de bom na culinária e no artesanato: são trabalhos em palha, couro e cerâmica e comidas típicas nortista, cujo prato principal é a paçoca, que dá autenticidade e identidade ao povo arraiano. 

Quem quiser esticar um pouquinho mais e ampliar a sua bagagem cultural, não deixe de visitar o Centro Cultural Mãe Samina. 

No local, se pode apreciar um rico acervo de peças com inestimável valor histórico, além da biblioteca que guarda os trabalhos de artistas da cidade.

Marque aí no seu calendário. O dia "D" é 8 de setembro, mas as festividades em comemoração a Nossa Senhora dos Remédio já estão acontecendo desde o início da semana.

Fotografias: J.Battista (arquivo flickr)