Vamos tentar "traduzir" o mensalão

Advogados de defesa reunidos no STF
O país tem assistido, ao vivo, pela TV, internet ou rádio, o histórico e maior  julgamento feito pela Suprema Corte brasileira: o "mensalão". 

O rumoroso caso, um verdadeiro escândalo de corrupção, envolveu políticos poderosos, principais partidos do Brasil e pessoas bem próximas a um ex-presidente da república. 

No entanto, ao assistir às seções, muitas das pessoas não se sentem familiarizadas com alguns termos jurídicos, que chegam até mesmo a atrapalhar o entendimento mais comum. 

"Desmembramento", "ação originária", "relator", "recurso em sentido estrito", "data venia". Estes são algum termos que aparecem nas bocas de advogados, ministros, jornalistas, analistas. 

Como jornalista do Poder Judiciário, cobrindo todos os dias seções de julgamentos como estas do mensalão e acostumado com termos jurídicos diariamente, sinto-me na obrigação de "traduzir" parte desses termos. 

É com essa intenção que  vamos iniciar uma série de textos para tentar explicar o julgamento do mensalão. 

E vamos começar explicando o que é uma "Ação Originária" e porque os mensaleiros estão sendo julgados no STF. 

Ao longo das semanas de agosto estaremos tentando tornar mais entendível o assunto mensalão.